Crítica: Valente (2012)

terça-feira, 7 de agosto de 2012


Depois do maravilhoso e nostálgico Toy Story 3 (2010), último filme da Pixar que eu assisti, lá estava eu cheia de expectativa no cinema para ver Valente, o primeiro filme do estúdio em que temos uma princesa como protagonista. Acontece que a simples menção do nome "Pixar" já faz a gente esperar um dos melhores filmes de todos os tempos, e por isso muitos críticos ficaram decepcionados com Valente julgando ser um filme "mediano". Eu realmente acho que o filme não se compara a um Procurando Nemo e podia ser muito melhor explorado, mas ainda assim é um filme que vale a pena ver tanto pelos cenários deslumbrantes quanto por tentar retratar de uma forma legal e diferente um tema sempre atual: família.


Ambientado nas belas paisagens da Escócia, Valente conta a história de Merida, uma princesa rebelde que vive em um castelo com seus pais e seus três irmãozinhos. Na verdade, Merida não é bem rebelde: acontece que, tal como o pai Fergus (que vive se gabando de como perdeu uma perna para salvar sua filha de um urso), ela é muito aventureira e destemida, e isso contradiz com todos os ideais da mãe Elinor, que acha que uma princesa deve se portar como tal, não usando armas e preparando-se diariamente para suas obrigações quanto ao reino. O conflito ganha forma quando uma competição é organizada de forma que o vencedor se case com Mérida, e a menina, contra o casamento arranjado, desobedece sua mãe e ela mesma compete pela sua própria mão no arco-e-flecha, ganhando e causando certa confusão entre seu reino e os competidores.

Até essa parte, o filme é ótimo. É tudo deliciosamente bem contado e dá margem para o que poderia ser uma história não só interessante quanto bastante sensível, emocionante mesmo. Mas, no momento em que Mérida "estraga tudo" visitando uma bruxa que acaba transformando sua mãe em um urso, estragou também um pouco do roteiro, que toma outro caminho contando uma história curta de forma demorada, repleta de cenas "até que engraçadas", porém bobinhas. Eu sei que muita gente comparou a transformação com Irmão Urso como se esse fosse um ponto negativo do filme, mas eu ficaria muitíssimo mais feliz se, já que colocaram um urso na história mesmo, tivessem feito uma jornada ou qualquer outra coisa do tipo que pudesse explorar mais a relação mãe e filha, ao invés de mostrar o animal tentando comer com talheres e afins. Eu sei que é um filme infantil, mas Toy Story, Rei Leão e A Bela e a Fera são infantis também e na minha opinião, figuram na lista dos melhores filmes já criados.


Um dos pontos positivos de Valente é a animação. Eu não entendo porque raios o pessoal reclama que "é muito escuro" por se tratar de um castelo, florestas e tal, mas tudo é muito bem feito e bonito de se olhar. De qualquer forma, o que realmente chama atenção é o cabelo de Mérida: deve ser uma das melhores coisas que já fizeram nos desenhos. O cabelo dela tem um movimento incrível, que por sinal adequa-se totalmente à personalidade da garota, bonita mas "selvagem". E a mãe dela, com o cabelo tão impecavelmente arrumado! Pensando bem, o filme tem vários detalhes que são legais de prestar atenção. E ah, sim, um detalhe pessoal que enriqueceu muito essa experiência foi ver esse filme com minha mãe, valorizou bem mais o significado da história e foi bem divertido! Recomendo!

Eu recomendo Valente pelos detalhes técnicos, personagens cativantes e várias mensagens bacanas. Infelizmente, o filme prometeu muito no início e a história não conseguiu acompanhar tudo que Valente deveria transmitir. Uma pena, pois Valente é apenas um bom filme, quando poderia ser excelente.

Postagens relacionadas

12 comentários

  1. Acho que sendo um filme pra criança deve ter cumprido bem o papel :) Sempre tem algumas moraizinhas legais

    ResponderExcluir
  2. Hey, confesso que quando vi o trailer desse filme não me animei muito, pelo menos em ver no cinema, agora até quero ver, mas acho que não será no cinema ainda. Parece ser bom mesmo, pena que poderia ser melhor, mas só ficou no bom.

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente, a animação é muito boa, "renderizaram" mais de 1500 mechas do cabelo da Mérida. O problema é que grande parte dos filmes infantis costuma ter um final previsível, e artificial, diferente dos filmes infantis baseados em histórias já existentes, como Rei Leão. Mas enfim, depois de ler a critica, e provável que eu o veja, mas mais pelos detalhes técnicos que eu antes não tinha percebido. Boa crítica, espero ver de mais alguns aí, tipo a Era do Gelo né vick ¬¬

    ResponderExcluir
  4. É, pelo que eu li aqui esse filme é bem o que eu imaginava que era: gráficos ótimos e história não tão ótima.
    Uma pena, porque uma história na Escócia antiga não se vê em qualquer filme e podia dar uma história boa...

    ResponderExcluir
  5. Não fui muito com a cara do filme XP
    acho que ultimamente os filmes infantis estão visando muito o lucro imediato ao invés de tomar o tempo necessário para a criação de um novo sucesso que se torne um clássico. Eu acho que história conta mais que efeitos especiais

    Kuamoto

    ResponderExcluir
  6. Haaa... eu tô louquíssima pra ver!
    Ouvi muita gente dizer que é bom demais! Mas, depois da sua resenha, vou baixar um pouquinho as minhas expectativas! Talvez até goste mais por causa disso. :P

    Mas, as imagens do trailer são lindas, de qualquer forma, né? :)

    ;*

    ResponderExcluir
  7. Aw, agora fiquei com vontade de ver. Eu tinha visto um gifs no tumblr, nem tava ligada no que que era. o_o Mas deve ser legalzinho, sei lá. Vou dar uma chance. HOUDHEODIHAS :3

    ResponderExcluir
  8. AH, aliás, a língua da música é norueguês. Eu tenho que aprender essa língua pois resido atualmente na Noruega, então as vezes tentar cantar umas músicas ajuda. HOEIUHAID XD

    ResponderExcluir
  9. Nossa, vc fez uma crítica bem técnica do filme. Mas eu gostei da história e tudo mais, achei interessante de ver. Ainda não vi, mas pretendo,em breve.

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
  10. Volteeei pra contar! Assisti ao filme antes de ontem! :)
    Eu concordo que poderia ter sido explorado muito mais coisa, a história dos ursos e tudo mais, que poderia ter sido um filme impressionante e impecável. Mas, gostei demais, mesmo assim!
    Achei uma gracinha! E a pixar tem o dom de retratar bem as relações interpessoais mesmo. É uma sensibilidade incrível..
    Claro que poderia sim ter sido mais explorado, como você falou. E que foi um filme longo pra uma história curta..
    Mas aaaah... eu gostei tanto. Juro! Concordo com as críticas, mas gostei demais!

    O cabelo dela é mesmo impressionante! E o pelo do cavalo também, você reparou?
    A bruxa me lembrou um pouco as bruxas do Miyazaki, apesar de não ser tão horrorosa quanto umas que ele faz! hhuihaoia :P

    ;*

    ResponderExcluir
  11. Eu estou doida para assistir "Valente". Parece ser um filme muito bacana. Como eu amo filmes da Pixar, então... :)
    Fiquei um pouco apreensiva com o que trouxeste sobre a decaída do filme... Espero que não atrapalhe.

    beijo grande :*

    ResponderExcluir
  12. Super concordo com a sua crítica! Achei a animação extremamente bem feita, mas confesso que tinha muito mais a ser explorado. Ah, achei a Merida sensacional, tanto por sua postura quanto pela sua personalidade. Falei desse filme lá no blog também!

    O show do Paul é maravilhoso, né? Amo demais! Obrigada pelo comentário no blog ♥
    Beijos,
    Nalu
    http://coisasafiins.blogspot.com

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun