Resenha: O Mundo de Sofia

sexta-feira, 14 de setembro de 2012


Eu estou cada vez mais empolgada com minhas aulas de filosofia, então na hora de escolher um livro para resenhar não me contive e optei pelo O Mundo de Sofia, que além de estar na minha lista de preferidos foi com certeza um dos que mais contribuiu para a minha vida.

Sinopse: Às vésperas de seu aniversário de quinze anos, Sofia Amundsen começa a receber bilhetes e cartões postais bastante estranhos. Os bilhetes são anônimos e perguntam a Sofia quem é ela e de onde vem o mundo em que vivemos. Os postais foram mandados do Líbano, por um major desconhecido, para alguém chamada Hilde Knag, jovem que Sofia igualmente desconhece.

O mistério dos bilhetes e dos postais é o ponto de partida deste fascinante romance, que vem conquistando milhões de leitores em todos os países em que foi lançado. De capítulo em capítulo, de "lição" em "lição", o leitor é convidado a trilhar toda a história da filosofia ocidental - dos pré-socráticos aos pós-modernos -, ao mesmo tempo em que se vê envolvido por um intrigante thriller que toma um rumo surpreendente.

O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder, conta a história de uma menina normal de quinze anos que, de uma hora para outra, começa a receber cartas anônimas contendo não só o pensamento dos filósofos mais importantes do Ocidente como também questões instigadoras sobre os principais problemas filosóficos, saindo finalmente do aconchego do "pêlo do coelho" e fazendo a mesma coisa que todas essas mentes brilhantes fizeram: pensar. São nessas cartas, e também nos diálogos de Sofia com Alberto Knox que somos apresentados à história da filosofia, ao mesmo tempo em que somos apresentados à acontecimentos bizarros e inexplicáveis na vida da menina e vários mistérios. Acontece que, juntamente das cartas do filósofo, Sofia vai recebendo cartas endereçadas à Hilde e enviadas por um Major, e inicialmente ela não faz a menor ideia de quem sejam essas pessoas. Com o decorrer do livro, as histórias das duas meninas ficam cada vez mais interligadas, nos levando a um final surpreendente.



Para ser sincera, na primeira leitura eu fiquei um pouco inconformada com o final, bastante fantasioso para um livro que, mesmo descontraído, tem uma proposta séria. Mas não é que o final do livro combina com o pensamento de vários filósofos? É uma especie de alegoria, mas combina. A cada capítulo, temos mais dúvidas e coisas para pensar, e isso é ótimo! É claro que o livro tem o intuito de ensinar, mas a verdadeira mensagem que o livro traz é "nunca perder a curiosidade e a capacidade de admirar-se com as coisas". Refletir, questionar, buscar a verdade. Essa é a proposta do livro.

O que eu achei fantástico em O Mundo de Sofia é ter ensinado filosofia através da literatura. Não é um livro didático no sentido comum, é um romance sobre a história da filosofia. Os personagens são cativantes, o enredo empolgante e a linguagem é de fácil acesso também, tanto que eu o li pela primeira vez com onze anos. Por sinal, este é um livro que direto me encontro folheando os capítulos, em busca de informações sobre algum filósofo que estou estudando!



Eu poderia dizer que O Mundo de Sofia foi um dos livros que mais contribuiu para a minha vida pois me ajudou bastante nas aulas de filosofia durante toda minha formação escolar, mas falar isso seria limitar a experiência incrível que foi ler esse livro em uma leitura puramente didática, dizer que ele me auxiliou apenas nessa matéria e pronto. Isso seria rude, pois O Mundo de Sofia foi muito além do que qualquer outro livro de estudos faria. Essa obra me ensinou a ter uma visão mais especulativa da vida, despertou minha curiosidade me ensinou a pensar mais sobre meu papel aqui e minha própria existência, e principalmente, a continuar fascinada pelo mundo, com todos os seus mistérios e imperfeições.

Postagens relacionadas

15 comentários

  1. Tem esse livro da biblioteca lá da minha escola, sempre fiquei muito curiosa para ler. Vi aqui que realmente é ótimo! Filosofia é a mãe de todas as ciências, eu preciso urgentemente ler esse liivro.

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
  2. Poxa vida, eu juro que tentei ler esse livro. Mas já não estava sentindo tanta emoção no começo e desisti.
    Talvez, pra ler esse livro, cada pessoa tem que estar numa determinada fase. Todo o mundo que lê gosta desse livro.

    ResponderExcluir
  3. Ai, que saudade desse livro. Acho que eu li quando tinha uns 15 anos (ou seja, 15 anos atrás) e fiquei encantada. Me faz gostar ainda mais de filosofia!

    ResponderExcluir
  4. Interessante. Filosofia é legal de vez em quando. rs

    ResponderExcluir
  5. Eu li esse livro quando estava no colegio, ele ficava perdido na biblioteca, se brincar ele ainda está por lá perdido, uma pena.

    Que bom que gostou do livro a filosofia é um caminho excelente, mas deve saber trilhar.

    Gostei do blog

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Faz taaabto tempo que li O Mundo de Sofia! Deu vontade de reler (:

    ResponderExcluir
  7. Nunca li esse livro, mas é um clássico que sempre vejo sendo comentando e elogiado por aí, minha curiosidade só aumentou depois da sua resenha, não conhecia muito sobre o enredo dele e que a estória é descontraída e tal. Entrou pra lista de desejados ><

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  8. Olha, eu fico feliz em saber que alguém gosta desse livro! HAHAHAHA
    Eu não consegui terminar, achei bastante cansativo. E a única coisa que eu conseguia gostar era do Hermes, hahahaha.
    Enfim, quem sabe um dia eu tente novamente.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Haa... esse também está na minha lista há algum tempo! Já li o começo quando era bem mais nova, mas abandonei mesmo gostando bastante do livro! E decidi ler depois. O depois veio várias vezes, mas não li ainda! :P
    Acho que estou esperando pelo próximo depois! Mas enfim...^^

    Entãooo... o projeto 6 on 6 é feito por 6 blogueiras (Emi, Melina, Gabi, Andrea, Flaviele e eu). Todo dia 6, postamos 6 fotos no blog e linkamos para os blogs das outras participantes. E só. Mas, outras blogueiras resolveram criar novos grupos também e fazerem seus projetos. Daí já vi 8 on 8, 4 on 4, 7 on 7... Mas é sempre um grupo fechado, entende? O que participo é 6 on 6. :)

    ;*

    ResponderExcluir
  10. Este é um dos meus livros favoritos, tanto que uma das razões que o nome da minha filha é Sophia, vem do livro (só que ela é com PH para combinar com o pai que é Philip).Fiquei triste que não trouxe a versão brasileira comigo quando me mudei para os EUA. Mas comprei a americana mesmo assim, reli, e já está no quarto da filhota para ela ler no futuro.

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é fantástico! Na época demorei um pouco para terminar a leitura, pois eu precisava refletir a cada página que se passava. Muito bom.

    ResponderExcluir
  12. Já ouvi falar desse livro, li algumas linhas, mas não finalizei :D mas a história é linda mesmo ;D vou ver se consigo ler ;)

    histórias assim parece ser bem legais de ler ;)
    adorei a sua resenha, você escreve muito bem! Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Aaah, o Dia do Curinga dele é bom também, tu irias gostar !!! :DD beijos e continues escrevendo <3

    ResponderExcluir
  14. ESTOU DOIDAAA PARA LER ESSE LIVRO!!!

    ResponderExcluir
  15. Eu lembro de ter começado a ler ele nos tempos de escola, mas abandonei pela metade. Hoje com mais maturidade eu acredito que iria amar a leitura! Sua resenha ficou ótima e fiquei com mais vontade de ler :)
    Beijos,
    http://www.nomundodaluablog.com/

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun