Crítica: A Viagem de Chihiro

sexta-feira, 18 de julho de 2014



Dia 23/07/2003, uma menina de nove anos estava indo ao cinema cheia de expectativas para ver A Viagem de Chihiro. Este filme, tão aclamado pela crítica, se tornou uma grande decepção para aquela criança que adorava anime e esperava, pelo menos, um filme com história. Onze anos depois, a menina resolveu dar mais uma chance a esta obra de Hayao Miyazaki - e é por esse motivo que estou, onze anos depois, escrevendo uma crítica sobre este filme.



A Viagem de Chihiro começa com uma garotinha mimada e chorona que vê sua vida mudar quando, em uma viagem com os pais, estes acabam se alimentando de uma comida especial e virando porcos, fazendo com que Chihiro embarque em um mundo repleto de espíritos e magia. Para manter-se nesse mundo e salvar seus pais, Chihiro, que agora atende pelo nome Sen, começa a trabalhar em um hotel a mando da bruxa Yubaba, servindo a diversas divindades e fazendo novos amigos, como Lin e Haku, o aprendiz de Yubaba. A partir de então, Chihiro atende a um deus na casa de banhos, permite que um Sem-Rosto (de longe, o personagem mais interessante) entre no hotel , conhece monstros estranhos e se vê na obrigação de salvar Haku, em uma jornada de fantasia e auto conhecimento.



Como era de se esperar de uma animação japonesa, A Viagem de Chihiro é um filme bem feito: tem um belo traço, belos cenários e uma delicada trilha sonora. O roteiro, repleto de lacunas e passagens desconexas, apresenta o amadurecimento da protagonista e trata de diversos temas importantes, como ganância, medo do desconhecido e perda de identidade. Também nos ensina a tratar bem os outros para ser bem tratado, tudo através de várias metáforas profundas e personagens complexos, a ponto de não podermos identificar se são bons ou maus, talvez porque nem tudo neste universo é tão concreto.



Infelizmente, mesmo considerando a ótima animação do desenho, os ensinamentos importantes e a história a ser vista com uma mente aberta, obrigando o espectador a pensar...Mantenho minha opinião original. O universo tão lúdico, tão surreal e bagunçado de Chihiro me deixou estonteada de uma maneira negativa, e por mais que eu reconheça as metáforas a superfície mostra uma história nonsense, situações sem sentido e que te prendem apenas para saber "o que mais falta acontecer". Retomando: os pais dela se transformam em porcos, mudam o nome de Chihiro, ela tem que atender uma divindade assustadoramente suja em uma casa de banhos...Tudo isso em um mundo compartilhado por sapos, feiticeiros e bichos estranhos demais para descrever.



Há duas formas de encarar Chihiro: você pode se encantar com aquele mundo surreal, libertar a mente e embarcar naquela viagem com ela...Ou você pode ficar estupefato com uma história de 124 minutos cansativa e sem sentido, que foi o que aconteceu comigo. Eu recomendo o filme para aqueles que realmente gostam de ver filmes diferentes com passagens desconexas, que não se importam de ver algo sem entender o que acontece. A Viagem de Chihiro é aclamado por fugir dos padrões e, no fundo, não discordo que seja uma interessante experiência cinematográfica, mas isso não significa que será capaz de agradar.

Postagens relacionadas

18 comentários

  1. Eu adoro o mundo do Hayao, por um mero acaso fiz post nesta segunda contando sobre o lançamento da segunda caixa do estúdio Ghibli.

    Diferente de você gosto bastante de Chihiro, mas confesso que não é o meu favorito. Eu gosto do mundo surreal que ele cria, mas é um pouco difícil de se ver dentro da fantasia de Chihiro. Diferente dos outros filmes do Hayao. Uma coisa eu vou concordar plenamente com você o Sem rosto é o melhor personagem e quem sabe o mais real, conheço várias pessoas iguais a ele.

    Quando comecei a ler o Post eu pensei que a Vickawaii do passado ia perder para a Vickawaii do futuro e você mudaria de opinião.

    Você já assistiu O Serviço de Entregas da Kiki ???

    Agora me conta o que faltou na animação?

    ResponderExcluir
  2. BAGUNÇADO E SEM-SENTIDO???? AF SAI DAQUI

    ResponderExcluir
  3. Oi, Vick!
    Acho que eu já assisti esse filme umas tres ou quatro vezes. Realmente, é sem sentido, bagunçado, e se você começar a assistir da metade vai entender o mesmo de quem assistiu desde o começo. Mas o que eu mais gosto nele é que me faz viajar, é um filme descompromissado que te leva pra outro universo.
    Por isso não sei dizer se eu gosto muito ou odeio muito, entende? haha
    Beijos, Ana do dia

    ResponderExcluir
  4. A primeira vez que assisti A Viagem de Chihiro, acho que tinha a mesma idade que você, mas, fiquei deslumbrada. Não entendi quase nada do filme, porém achei incrível a história e a arte de encher os olhos. A história não é bagunçada. É porque exige uma pesquisa sobre os costumes japoneses e principalmente sobre o folclore de lá. Se, por exemplo, fizéssemos um filme sobre o folclore brasileiro e mostrasse no Japão, eles ficariam com a mesma sensação que a gente. Assisti milhões de vezes esse filme até ir pegando os detalhes e ir entendendo do que se trata a história. Ela fala justamente sobre o amadurecimento da personagem. Se você comparar a Chihiro do começo com a do final, notará uma mudança de personalidade. Tem gente que também compara o filme a Alice no País das Maravilhas, mas, para mim, o primeiro tem muito mais sentido. A falta de sentido está realmente em não conhecer o folclore japonês, cada referência que Miyazaki usou no filme.

    ResponderExcluir
  5. Nossa o filme é longo em, acho que se eu visse esse filme quando chegasse na metade dele já taria dormindo kkkk
    Muito boa a sua critica, bem legal você ter dado uma segunda chance ao filme, pena que não superou as suas expectativas.

    Beijos
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
  6. Bem queria a opinião de quem viu então darei a minha, bagunçado? Bem, se não me engano o criador sempre faz os filmes dele assim pois ele tem a intenção de transportar o telespectador a um mundo surreal, um mundo em que podemos criar em nossas próprias mentes. Se fosse para eu querer ver um filme dele que tivesse sentido ai que não teria sentido, amo demais todos os filmes que ele fez para os studios ghibli e já vi tantas vezes por serem tão bons que não me canso de rever. Pra mim a história do filme é muito linda, mesmo surreal e as vezes um pouco confusa ela te passa momentos inesquecíveis e com aprendizados únicos. Pelo o que eu entendo a Chihiro é um pouco teimosa, mimada e rebelde, para aprender a lição de ser mais obediente e sensível em relação aos pais ela entra em mundo totalmente ao oposto do dela, onde tem que provar não somente para ela mas para os outros que consegue ser virar sozinha e ser responsável, levando ao amadurecimento em relação a tudo. Outra parte importante é a história dela com o menino haku que por sinal é muito linda, o filme te prende de um jeito tão incrível que você nem percebe que ele é longo e quando chega no fim bate uma sensação de querer mais e querer ver o que acontece com ela e Haku. Enfim, como amante das obras de Hayao eu acho o melhor filme dele, em segundo vem o castelo animado. Esta é minha simples opinião ;) Muito bom o post!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, acredita que nunca vi esse filme? Preciso urgente! Todo mundo fala dele e eu sempre fico boiando ahah. :(

    ResponderExcluir
  8. Esse filme é lindo, para mim nada confuso e muito menos desconexo, totalmente linear e fácil. A falta de identificação de sua parte pode ser estranheza com a cultura oriental, você sendo ocidental. Fiquei curioso para saber qual lacuna é essa que não foi preenchida em sua segunda experiência. Mas tudo bem, eu sigo amando uma das melhores animações de todas, não só reconhecendo sua importância, como compreendendo seu valor cultural e sua beleza enquanto fábula japonesa e obra superior.

    ResponderExcluir
  9. amei seu blog estou seguindo

    http://alhinymello.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Haaaa... que tristezinha você não ter gostado da segunda vez! :(
    Sou apaixonada por todos os filmes do Miyazaky. Nem sei dizer de qual gosto mais! Acho que Mononoke Hime... ou Naausica. Já assitiu a esses também? Se você não curtiu Chihiro, talvez não goste desses também, que tem umas criaturas bizarras.. o que acontece com frequências nos filmes dele, né? :P

    ResponderExcluir
  11. Eu não curto anime...

    Apesar de vc não ter mudado de opinião sobre o filme, achei q vc fez certinho de assistir de novo depois de tanto tempo. ;)

    Beijo sua linda !

    | O Blog Que Não é Blog |

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha ouvido falar desse filme... Aliás, não gosto muito de anime. :(

    Beijos,
    Boneca de Pano Rosa

    ResponderExcluir
  13. Eu sou louca por todos os filmes do Miyasaki!!! SE tiver tempo assista Mononoke (um dos maiores classicos), Nausicäa, Laputa e Howl's Flying Castle. Ah sim, "Meu Vizinho Totoro" eé outro classico dele. Um dos diretores mais geniais que eu ja vi. A arte dos animes dele é outro nivel.

    bjs de Filipinas,
    Gabi Barbará
    Barbaridades!

    ResponderExcluir
  14. A coisa linda do cinema é que ele cada filme fala algo diferente pra cada um. E é sempre uma surpresa quando falamos sobre o mesmo filme porque as pessoas veem coisas que a gente não vê.
    A Viagem de Chihiro é um dos meus filmes favoritos da vida e eu assisti várias vezes. Sei lá, quase 10 hahaha Assisti quando lançou no cinema, então eu também era bem mais nova. Acho que por isso que ele se tornou especial pra mim. Minha visão do filme foi mudando conforme eu crescia.
    Mas é um filme complicado exatamente por isso que vc falou, ou a pessoa gosta de cara ou não curte a vibe e aí ele se torna cansativo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Gosto de filmes que ao longo dele eu não entendo nada, não é nada previsível, mas quando acaba eu sei contar o que acontece KKK. Aqueles que você fica meses e meses se perguntando o que acontece não me agradam! Vou atrás desse de qualquer forma haha.
    Retribuindo a visita e seguindo aqui!
    Tem postagem nova no blog, corre lá!
    Pitaco a Dois

    ResponderExcluir
  16. Oi Nunca tinha visto e nem conhecia mais gostei deu vontade de ver eu gosto de anime também a historia e bem legal essa menina e´ dimais ...
    beijos http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá

    Caí de paraquedas no teu blog e já gostei. Amo Chihiro porque ele é um filme completo. Tem simbolismo, tem personagens carismáticos, tem críticas sociais, tem conflitos interessantes e um visual cativante e chamativo. É um dos meus filmes favoritos da vida e também uma das melhores animações já produzidas. Miyazaki vai deixar saudades e te perdoo u_u USHASUAHUAHS

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  18. Nossa!!!!!! Alguém mais viu isso! kkkkkk é raro achar alguém que viu isso, imagina a minha história com o filme, achei a capa legal e dei pra minha sobrinha de 4 anos... dai meu irmão me devolveu e me chamou de psicopata... Não entendi até assistir, mas, bom se você viu deve entender ele tb kkkkkkk
    http://www.juntandoasnerdices.com.br/
    http://priscilila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun