Crítica: Cinderella

sábado, 25 de abril de 2015



Desde 1950, pessoas de todas as idades se encantam com a magia da animação da Disney Cinderella, que por sua vez, é uma adaptação da famosa história que surgiu em vários cantos do mundo. 65 anos depois, a Disney resolve repaginar seu filme em um incrível live action capaz de fazer as pessoas voltarem a se encantar com contos de fadas.

A história é a mesma do clássico da Disney: quando Ella (Lily James) perde seu pai e fica a mercê de sua madrasta (Cate Blanchett) e suas duas novas irmãs, ela é tratada como criada e passa a fazer todas as tarefas da casa, alimentando-se apenas de restos, dormindo ou no sótão ou nas cinzas e sendo alvo de deboches cruéis da “família”, que não a deixa nem ao menos sentar-se à mesa. Apesar disso, Cinderella mantém-se firme ao cuidar da casa dos seus pais e sempre segue o conselho de sua mãe, que quando vivo a ensinou a “ter coragem e ser gentil”.



Um belo dia, Cinderella conhece Kit (Richard Madden), um “aprendiz” que se encanta com a personalidade da moça. Quando todas as donzelas do reino são convidadas para um baile, Cinderella se arruma e fica muito contente com a possibilidade de rever Kit, mas sua madrasta a proíbe de participar e rasga seu vestido. É nessa hora que Cinderella conhece sua Fada Madrinha, que com um toque do condão, uma abóbora e alguns ratos, permite que Cinderella tenha uma noite inesquecível e encante a todos com seu comparecimento no baile, no qual teve a oportunidade de dançar com o Príncipe Kit e, ao sair à meia noite, perde seu sapatinho de cristal.



Sinceramente, me preocupava como uma história de 72 minutos poderia ser transformada em filme, mas Cinderella se mostrou uma grata surpresa. Seguindo fielmente o que é retratado no clássico da Disney, o filme também mostra um pouco da infância da menina e nos faz entender o porquê dela se submeter àquela situação: por amor a casa e aos seus pais. Nesta nova versão, também há uma mudança positiva, que consiste em Cinderella conhecer o príncipe antes do baile, a fada madrinha se apresenta primeiramente como uma mendiga, que é ajudada por Cinderella, e praticamente vivenciamos uma sequência deslumbrante, que é a entrada da protagonista no baile, a dança com sua alma gêmea e uma verdadeira noite de Princesa.



Apesar de se tratar de um remake, o filme é bastante inovador pelas diferenças na história e principalmente por se tratar de um live action, permitindo que Cinderella continue sendo uma história mágica, mas também próxima à realidade. No caso, a realidade nos mostra um vestido perfeito de 10.000 cristais swarovski, um sapatinho de cristal e lindos cenários, que fazem qualquer moça querer ser a Cinderella. Além de todo o cuidado na produção e direção, o elenco do filme também fez um bom trabalho, com destaque para Helena Bonham Carter como fada madrinha e a excelente Cate Blanchett, que deu uma personalidade (antes, inexistente) à madrasta Lady Treimaine.



Mais pela nostalgia da infância, assistir Cinderella foi uma ótima experiência, e tenho certeza que o filme também agradará aos que não tem vínculo com a história, de tão belo que é visualmente. Assim, Cinderella honra e até mesmo supera o clássico original, se tornando mais um memorável filme da Disney.

Postagens relacionadas

13 comentários

  1. Gente nem tava pensando em ver, mas a resenha me conquistou. Ainda bem que mudaram alguma coisa da história, essa de dançar um noite já casar não dar para engoli(rsrs). Adorei o post.



    Kissus e ate logo (Aegyo Pudim)

    ResponderExcluir
  2. Eu não quis ver esse filme porque achei que fosse só mais um filminho bobo, blergh, eca, numa vibe meio "Caminhos da Floresta" (que detestei com todo o meu ser, por sinal), mas agora você me convenceu do contrário, guria. Assistirei-o, sim!

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. A história já é encantadora, e essa nova versão ficou ainda mais, capricharam em tudo, o cenário esta repleto de magia, o figurino então nem se fale.
    E os acréscimos como o encontro dela com o príncipe e a fada madrinha tornaram tudo ainda mais real.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  4. Eu amei esse filme! E a atriz é linda!


    Modinha Modão

    Fiz o meu primeiro vídeo para o blog:
    Youtube

    ResponderExcluir
  5. Tá todo mundo falando bem de Cinderella, mas eu estou tão enjoada desse tipo de filme que continuo com receio, haha. mas quem sabe um dia eu veja.
    Beijo | Pretty Things

    ResponderExcluir
  6. Acho que esses ponto da Cinderela ter conhecido o principe antes do baile muito legal, isso se aplica bem melhor que a história original que eles só se vem uma vez e ficam perdidamente apaixonados um pelo outro, acho que isso tornou a história um pouco mais "real".

    http://www.leitecombiscoitos.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu assiti e amei, eu já fui pro cinema sabendo que ia gostar sim ou sim porque amo essa história, haha
    mas na verdade é que me surprendeu, foi mais lindo do que eu pensava.
    Beijos
    Kauany Santos - *Matéria Feminina*

    ResponderExcluir
  8. Oi!!
    Assisti ao filme no cinema. Mas não curti muito não.
    Acho que meu estilo de personagem tem mais personalidade, se posso dizer assim...
    Esse negócio de aceitar tudo de todo mundo e ser gentil mesmo que te chutem, acho um pouco de ingenuidade. Não que as pessoas não devessem ser gentis, mas também não precisa abaixar a cabeça pra tudo, né...


    Beijo
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  9. Esse é um dos filmes da minha lista para assistir... esperava um filme chato, porém pelo que descreveu me animou aqui..

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Gostei do filme, mas acho que ficou faltando algo... Adicionaram detalhes interessantes à trama que poderiam ser mais bem explorados. Mas, no geral, achei bem bonito. Ainda prefiro aquela versão mais realista, estrelada pela Drew Barrymore que virou um clássico da Sessão da Tarde, mas tá valendo ;)
    Bjos!

    http://sonhos-empoeirados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Confesso que sempre fico com pé atrás nesse filmes re-redisney hahaha A versão antiga eu adoro, claro, assistia muito quando era criança, mas não procurei por essa não.
    Acho que você me convenceu, hein! Fiquei curiosa! hahaha
    Beijinhos Vick!

    ResponderExcluir
  12. Ai eu amei TANTO esse filme!!! Nossa, sério! Eu fui meio com o pézinho atrás, sabe? Pq Cinderela sempre foi a minha princesa preferida e aí eu estava com medo de eles fazerem um filme meio nada a ver, que nem foi Caminhos na Floresta, que a cinderela era morena, tinha vestido verde e o sapatinho era dourado! Tipo... Oi, né?? Hhahahahahha mas nossa, eu gostei MUITO, muito mesmo! Achei essa frase "tenha coragem e seja gentil" a coisa mais linda do mundo! Tipo, eu tatuaria até, se eu gostasse de tatuagens hahahahahah Amei demais demais demais e já quero ver de novo <3

    Beijo, Ná! www.hamburguesinha.com.br

    ResponderExcluir
  13. Esse vestido é bem maravilhoso! Ainda não vi o filme, mas estou bem curiosa!

    Beijinho,
    Ju, Cor Sem Fim

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun