Resenha: Intergaláctica

segunda-feira, 10 de agosto de 2015



Apesar de admirar o trabalho de um escritor e incentivar essa profissão, raramente leio lançamentos e tampouco autores novos, porque a falta de tempo sempre me faz recorrer aos clássicos e ignorar as boas coisas que a geração atual tem produzido. Felizmente, tive a grande oportunidade de ler um novo livro sobre ficção científica, retratando o impacto e repercussão da descoberta de outro planeta com vida. Este livro é Intergaláctica, e é com alegria que venho apresentar minha resenha no blog.



Intergaláctica começa no ano de 2031, quando todos estão comentando ansiosos sobre a primeira expedição espacial da humanidade à Lua de Júpiter (Europa), forte candidata para habitar vida extraterrestre. Recém recuperada de um coma, a psiquiatra Amanda Collins conhece a jovem Lina e encontra-se com seus amigos Ripley e Stryker em um café, mas a comemoração é interrompida quando policiais tentam prender Amanda, que foge alucinadamente levando consigo o grupo que protagonizaria suas novas aventuras. Na verdade, os 'policiais' faziam parte da Firma, uma organização secreta liderada pelo cruel Oswald, que conspirava para controlar a expedição à Europa com o uso de uma nova tecnologia para enfim, encaminhar humanos a outro planeta habitável. A partir daí, Amanda e seus amigos inteiram-se cada vez mais nos planos da Firma até não restar outra escolha: para salvar a humanidade, terão que visitar outros planetas e realizar uma incrível viagem intergalática.



Abordando uma trama que se inicia na Terra e termina no Espaço, o livro tem uma proposta interessante ao fazer o leitor viajar entre mundos ao mesmo tempo em que esta viagem é impulsionada por uma conspiração que acontece na Terra, por uma organização poderosa e por elementos presentes na nossa sociedade. Qual o perigo da tecnologia? O que acontecerá se descobrirmos vida além do nosso mundo? Qual o impacto desta descoberta nas nossas crenças atuais? Os personagens de Intergaláctica fazem vários questionamentos e todos sempre pensam à frente, e é essa determinação e sede por conhecimento que impulsiona a história. Infelizmente, apesar de Amanda Collins ser descrita como uma mulher inteligente (o que de fato é) e desconfiada, na minha opinião muitas vezes sua curiosidade confunde-se com ingenuidade, porque ela se entrega a novas experiências sem questionar a confiabilidade dos alienígenas ou periculosidade da sua jornada. Também achava muito suspeito a afabilidade de vários extraterrestres e como todos conheciam Amanda, mas tudo é explicado ao final do livro, inteligente e surpreendente.



Uma das características principais de Intergaláctica é o dinamismo e a cada capítulo acontece algo novo, como nos livros de Dan Brown. Isso faz de Intergaláctica uma história envolvente, mas talvez o ritmo tenha sido prejudicado pelo grande número de acontecimentos em poucas páginas, já que a sequência é bastante rápida e as coisas simplesmente acontecem, como A Vida Secreta de Walter Mitty. De qualquer forma, o objetivo principal do livro é nos proporcionar uma viagem ao desconhecido, e isso o autor faz com mérito. Começamos nossa jornada nos frios cenários da Islândia e visitamos mundo novos, onde os vários elementos humanoides se fundem com características únicas de cada planeta e belas paisagens, dando vontade de explorar junto da Amanda. Nesse ponto, as descrições são simples e precisas e, apesar das explicações científicas sobre tecnologia e neurociência, o livro tem uma linguagem fácil e rápida de se ler, o que fez eu devorar Intergaláctica em poucas horas.



Intergalática é o romance de estreia de F.P. Trotta, que conseguiu transportar o leitor para mundos novos e fantásticos. Apesar da trama futurística, Intergaláctica traz questionamentos bem atuais e uma narrativa repleta de ação para quem gosta do gênero, repleto de novas descobertas. É verdade que se eu fosse Lina dificilmente deixaria minha vida para trás e partiria rumo ao desconhecido, mas como leitora, tenho que dizer que apreciei a viagem.


Observação: Ganhei Intergaláctica porque o autor demostrou interesse que eu escrevesse uma resenha, e além de me interessar pelo livro e ficar lisonjeada com o pedido, também fiquei impressionada por seu primeiro livro explorar um tema tão interessante e complicado. Sendo assim, não deixem de curtir a página de Intergaláctica no Facebook e claro, conferir o livro, que desde junho já está disponível nas livrarias.

Postagens relacionadas

7 comentários

  1. Ótima resenha!
    Esse livro realmente parece ser envolvente, vou conferir a página do livro!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha. Senti vontade de ler Intergalactica.

    ResponderExcluir
  3. Oii , adorei a resenha ! Adoro filmes com esse tema mais nunca li nenhum livro assim quero ler tbm!!
    Faço resenhas no meu blog tbm se quiser dar uma passadinha por la e conferir minha ultima resenha ficaria feliz!! beijos!!
    http://www.garotascomplicadas.com/2015/08/resenha-do-livro-ugly-love.html

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, não é muito o tipo de livro que eu leio, mas parece ser muito bom ♥
    Muito tempo que não vinha aqui também, não irei sumir mais ♥
    Beijosss
    Snapchat: Dayaneassis ♥
    Instagram | Facebook do blog
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
  5. Não é muito meu estilo de leitura, mas adorei a resenha!
    beijinhos, Rê
    http://blogsonhosdeverao.com.br

    ResponderExcluir
  6. Minha irma é louca por esses livros! haha
    Meu Blog
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Ahhhh quero fazer essa viagem também, Vick!! hahaha eu nunca li nenhum livro com esse tema, sabe? E vi poucos filmes, mas amei Interestelar, então talvez eu possa gostar desse livro também hahah! Me sinto como você também, sabe? Quanto a não ler tantos livros de autores novos.. É uma pena, né? Mas acabo sempre lendo livros mais famosos e esquecendo de dar uma chance pra autores novos que podem ser até melhores que os mais aclamados!

    Um beijo ((:

    www.hamburguesinha.com.br

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun