Book Club: Mulheres na Literatura

terça-feira, 8 de março de 2016



O Dia Internacional da Mulher é uma comemoração pela conquista de nossos direitos, mas também é uma importante data de reflexão sobre nossa imagem na sociedade, que caminho devemos percorrer para um mundo mais justo e igualitário, o que nos representa e como somos representadas. Pensando nisso, o Book Club criou uma tag perfeita para o dia, em que todos são convidados para responder dez perguntas sobre Mulheres na literatura.

1. Minha autora preferida



Pela persistência, pela força e pela mente magnificamente brilhante, minha autora preferida é J.K Rowling, que marcou minha vida com os livros de Harry Potter. Antes do sucesso, entretanto, a escritora teve uma vida difícil: Rowling se envolveu em um relacionamento abusivo, sofreu depressão, enfrentou a pobreza, cuidou da filha sozinha e Harry Potter foi recusado por nove editoras até a Bloomsbury publicar o livro, sendo que seu nome (Joanne Rowling) foi substituído por J.K Rowling para que garotos não deixassem de ler um livro que foi escrito por uma mulher. Hoje essa mulher é uma das escritoras mais famosas do mundo, que inspirou uma geração e certamente verá seu legado durar muitos e muitos anos.

2. Uma autora que eu gostaria de ler


Eu já li Persuasão, mas tenho muita vontade de ler outros livros da Jane Austen, uma importante escritora inglesa. Seus livros são clássicos, retratam a Era Vitoriana e a autora criou personagens icônicas. Estão na lista de espera Orgulho e Preconceito, Razão e Sensibilidade e Emma.

3. Um livro com uma protagonista feminina incrível


Dom Casmurro pode ser protagonizado por Bentinho, mas é a mulher que impulsiona o livro uma das personagens mais enigmática e incrível da literatura brasileira: Capitu. O livro só nos entrega o relato totalmente parcial de um obcecado marido ciumento, e pouco mais sabemos de Capitu além dos seus "olhos de cigana oblíqua e dissimulada", mas fica claro que se trata de uma mulher com personalidade forte, uma personagem determinada, envolvente e que suscita debates até hoje sobre sua suposta traição. "Capitu era mais mulher do que eu homem", disse Dom Casmurro.

4. Uma personagem feminina que me inspira


Certas personagens me inspiram em diferentes aspectos: a sabedoria da Hermione, a coragem da Éponine, o amor de Arwen, a determinação da Daenerys... Mas sinceramente, acho que são poucas personagens femininas que são realmente inspiradoras. A maioria dos meus livros são protagonizados por homens e, quando há uma personagem feminina forte, como em Anna Karenina e O Morro dos Ventos Uivantes, geralmente é uma mulher desequilibrada. Eu gosto desse tipo de personagem e normalmente suas personalidades são bem trabalhadas, mas fico triste que esse estereótipo seja maioria na literatura.

5. Uma personagem com a qual me identifico muito


Minha mãe disse que eu pareço a Mônica, simpática personagem do Maurício de Souza. Gostei porque ela também tem uma personalidade forte, está sempre rodeada de amigos, mostra ter opinião, não leva desaforo e sempre procura ajudar os outros. Mas... Eu não sou teimosa!!! Muito menos mandona!!!

6. Uma personagem forte/ corajosa



Gosto muito de todas as personagens de As Crônicas de Gelo e Fogo, série de livros na qual tanto homens quanto mulheres são representados de forma igualmente imparcial, com todas as suas qualidades e defeitos. Enquanto Sansa Stark é ingênua e ainda precisa amadurecer, sua irmã mais nova é forte e corajosa, aprendendo esgrima mesmo não sendo algo feminino e depois, sobrevive tendo em mente a vingança da família. Cersei pode ser fútil e mesquinha, mas sempre coloca seus filhos em primeiro lugar e Daenerys Targaryen é a Mãe dos Dragões, que pensa não só no seu povo mas também na sua linhagem, almejando conquistar o Trono de Ferro que é seu por direito. Todas essas personagens foram muito bem construídas e, cada qual a sua maneira, são mulheres fortes!

7. Meu livro preferido com uma protagonista feminina



Infelizmente, só um dos meus livros preferidos é protagonizado por uma personagem feminina: O Mundo de Sofia. Sofia é uma menina de quatorze anos que começa a receber misteriosas cartas sobre os maiores filósofos da antiguidade, e a partir daí, somos apresentados ao professor Alberto Knox e à história da filosofia. Sofia é uma menina curiosa e questionadora, que descobre uma matéria nova e a estuda com o mesmo interesse que uma criança - e um filósofo! - tem pelo mundo.

8. Um livro com uma mulher decidida


Poderia citar qualquer livro do Sidney Sheldon, mas minha escolha é Se Houver Amanhã, cuja protagonista foi acusada por um crime que não cometeu. Tracy Whitney tinha uma vida perfeita, mas após sua mãe morrer, Tracy caiu num golpe, foi abandonada pelo noivo e condenada à quinze anos de prisão, onde passa por horríveis momentos. Graças a suas boas ações, Tracy é liberada mais cedo, mas o estigma de ex-presidiária faz com que ela não consiga emprego em lugar nenhum. Sendo assim, Tracy usa sua perspicácia e inteligência e passa a aplicar golpes nas pessoas! Claro, não é uma conduta moralmente correta, mas torcemos tanto pela personagem e seus golpes são tão inteligentes, que é impossível negar que Tracy é uma mulher talentosa, e muito, mas muito determinada.

9. Um livro com uma mulher inteligente

Qual é a referência de mulher inteligente para uma pottermaníaca? Ora, Hermione Granger! A verdade é que Harry Potter nem saberia o que era Pedra Filosofal se não fosse por Hermione, que sempre contribuiu com seus conhecimentos, sensatez e amizade, sendo crucial para vários momentos da vida de Harry e para o destino da comunidade bruxa. E Hermione não é inteligente a toa: ela preza seus estudos, sempre busca saber mais sobre novos conteúdos e faz de tudo para ser a melhor possível. Como já falaram várias vezes para ela, "Das bruxas da sua idade, você é a mais esperta"..

10. Uma personagem que faz tudo por amor



Fantine, de Os Miseráveis. Ela se apaixonou perdidamente por um estudante, mas ele foi embora deixando-a sozinha para cuidar da filha, Cosette. Pensando fazer o melhor para Cosette, Fantine a deixa com os Thénardiers e trabalha duro em uma fábrica para pagar as despesas da filha. Injustamente, Fantine é despedida quando descobrem que ela é mãe solteira, e a partir daí, passa por diversos infortúnios para mandar dinheiro para Cosette, quem sabe, conseguir viver de novo junto dela. Vende seus dentes, seu cabelo, seu corpo. Fantine é uma mãe que fez tudo por amor à filha.



Gostaram da tag? Todo mês propomos uma postagem coletiva e um livro para resenha, e ainda temos um grupo de discussão no Facebook para anunciar os temas e conversar. A grande novidade é que agora temos uma página! Clique aqui para curtir e ficar cada vez mais próximo desse universo literário. Está rolando um sorteio!

Não deixe de conferir as postagens das outras meninas e claro, responder à tag Mulheres na Literatura! Feliz Dia das Mulheres!

Ronnie | Wanila | Cecilia | Amanda | Isadora

Curta nossa página! Junte-se ao Book Club no Facebook e participe do projeto!

Postagens relacionadas

9 comentários

  1. Vick, eu amei tanto as suas respostas! Também me chamavam muito de Mônica, mas porque eu sempre fui meio bruta e mandona mesmo hahaha Leia mais Jane Austen, eu espero que você goste <3 E nossa, eu PRECISO reler Os Miseráveis, eu li na escola e no meu ensino fundamental eu não dei muita bola, achei o livro chato apesar da história ser incrível. Hoje eu sempre choro horrores assistindo ao filme, então preciso reler o livro porque agora acredito já ter maturidade para entender e amar cada pedacinho da obra.
    Beijo

    www.blogrefugio.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo seu post.
    Não conhecia a história da J.K. Rowling, que triste. Ela merece todo o sucesso que fez.
    Amei o blog e já estou seguindo :D
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  3. Oooi! Tudo bem?

    Só mulheres poderosíssimas nesse post! Como nao amar a J. K.? Musa da minha infância/adolescência, autora da série de livros que mais me marcou. Ao meu ver, ela é quase que uma deusa haha. Ainda mais sabendo de tudo o que ela teve que superar para chegar aonde está hoje. Jane Austen é maravilhosa. Já li três livros dela e achei um mais perfeito que o outro, com certeza quero ler todos os publicados! Não me julgue, mas eu nunca li Dom Casmurro. Meu colégio não tinha essas coisas de leitura obrigatória, e quando precisava fazer trabalhos baseados em alguma obra clássica, sempre optava por um dos títulos de José de Alencar, meu queridinho da literatura brasileira. Mas ainda tenho a pretensão de lê-lo, e me apaixonar por Capitu como tantos já se apaixonaram. Quanto aos esteriótipos relacionados à mulheres na literatura, é triste sim e fico bem decepcionada quando me deparo com livros que se utilizem desse tipo e personagem. Como você disse, nada contra, costumo gostar bastante delas, mas precisamos de personagens femininas realmente fortes e independendes, que não precisam de um interesse amoroso para desenvolver sua história e que brilhem por conta própria. George realmente sabe criar mulheres fortes, mas até ele eu acho que peca às vezes com os caminhos dados a elas. O mundo de Sofia <3. Não li Se houvesse amanhã, na verdade acho que nunca nem ouvi falar. Vou dar uma pesquisada aqui. Haha não tem como não relacionar Hermione à inteligência. Como eu sofri com a Fantine, meu Deus...

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tem resenha de Se Houver Amanhã por aqui? Me interessei demais!
    Também tive que fazer debate sobre Dom Casmurro na escola, hahah. Fui sorteada para defender que Capitu traiu sim. Adoro essa descrição "Olhos de cigana, oblíqua e dissimulada" <3

    Com Amor, Isa

    ResponderExcluir
  5. Achei legal o projeto. Mas não entendo toda o amor que o mundo tem por Capitu. Mas é uma dúvida que eu sempre tive.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. É um dia de luta, temos que ir atrás dos nossos direitos sim, adorei o post
    Beijos

    Blog Segredos da Cáh
    Instagram
    Facebook
    Canal do You Tube

    ResponderExcluir
  7. harry potter quero passar para os meus filhos e netos.. é mágico!
    beijos ;*
    arisecondo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Vic! Tudo bem?
    Realmente J.K. Rowling é uma mulher incrível, não sabia que ela tinha passado por tanta coisa... também é minha autora favorita! Eu também acho as personagens da série Crônicas de Gelo e Fogo incríveis! Quero muito ler O Mundo de Sofia, desde que eu estava na escola ficava admirando o livro na biblioteca mas ainda não tive oportunidade de conferir essa leitura.

    Adorei essa tag e suas respostas, Hermione Granger com certeza é a personagem mais inteligente do mundo e ninguém vai tirar esse seu posto. rs

    beijos
    http://www.livromaniaca.com/

    ResponderExcluir
  9. Amei essa tag <3 lembrei que esse ano tinha me prometido ler mais autoras mulheres e até agora li mais homens do que mulheres. Preciso mudar isso :)
    Pode fazer tb? hahaha

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun