Resenha: Spotlight - Segredos Revelados

quarta-feira, 3 de agosto de 2016



Spotlight - Segredos Revelados ganhou o Oscar de Melhor Filme em 2016 por contar impecavelmente a história de um grupo de jornalistas do The Boston Globe que desafiaram a Igreja Católica ao investigar um dos maiores escândalos de pedofilia nos Estados Unidos. Graças à minha parceria com o Grupo Editorial Autêntica, pude conferir o livro referente ao trabalho, abordado na resenha de hoje.



O livro Spotlight - Segredos Revelados é o resultado das árduas investigações promovidas pela equipe investigativa Spotlight, que disseminaram esse assunto tão pouco falado no The Boston Globe e, em 2002, reuniram as reportagens produzidas em um livro, ganhador do prêmio Pulitzer em 2003. As investigações começaram a partir de um caso de pedofilia envolvendo o padre John J. Geoghan, que, em resposta ao cometimento do crime, apenas foi afastado por licença médica e continuou a molestar mais crianças. A equipe Spotlight descobriu que o próprio Cardeal Bernard F. Law sabia do crime e havia acobertado o padre - logo, descobriram que não era apenas um caso isolado e que a Igreja frequentemente fazia segredo dos abusos, o que levou a equipe a uma extensa investigação jornalística e posterior resposta da sociedade.

O primeiro ponto a ser ressaltado é que, enquanto o filme mostra os bastidores do trabalho dos jornalistas, seus sentimentos em relação aos casos e dificuldades em conseguir documentos, o livro mostra apenas o resultado desse trabalho, sendo uma coletânea bem redigida das reportagens publicadas. O material publicado é bem extenso e contém documentos, fotografias e relatos, além do ótimo prefácio escrito pelo diretor Tom McCarthy, diretor de Spotlight. A linguagem é pesada, mas profissional, e apesar do assunto ser chocante e o livro trazer a repercussão das matérias, todas as reportagens são imparciais, sem sentimentalismo.



O material é muito bem estruturado e as reportagens são bem aprofundadas, iniciando com a cobertura do primeiro caso descoberto e constatando que havia diversos casos semelhantes e a Igreja não adotava nenhuma postura no sentido de auxiliar as vítimas e evitar novos crimes. Além de trazer a repercussão sobre os casos, a atuação da Justiça e postura da Igreja, os últimos dois capítulos trazem uma reflexão sobre as possíveis causas da pedofilia dos padres. Enquanto setores conservadores erroneamente culpam a homossexualidade (lembrando que as vítimas não eram sempre meninos e, óbvio, a maioria dos homossexuais não são pedófilos), muitos culpam a cultura patriarcal presente na Igreja e o próprio celibatário, no sentido de que os Padres exercem uma figura de poder na comunidade e o celibatário pode resultar ou potencializar em questões não resolvidas quanto à sexualidade, o que pode levar alguns padres a se sentirem no 'poder' de abusar de algumas crianças, normalmente de comunidades carentes, famílias desestruturadas, situação de vulnerabilidade.

Ao saber a temática do livro, fica claro que Spotlight - Segredos Revelados não é uma leitura "agradável" e não funciona como entretenimento, mas é uma leitura importante justamente para sairmos da alienação de ler apenas histórias prazerosas e ignorarmos a realidade. Enquanto algumas vítimas seguiram em frente e inclusive perdoaram seus malfeitores, outras foram profundamente afetadas em diversas esferas durante a vida inteira por aquele trauma da infância. Trata-se de uma situação muito grave provocada de uma instituição fundamental para a vida de muitas pessoas, uma instituição que traz esperança, mas infelizmente retirou esse sentimento de muitas famílias. Por esse motivo, devemos estar atentos à realidade e repensar o papel da Igreja, o que não significa abandonar a fé, mas trabalhar em soluções para que essas situações não mais sejam toleradas.

Esse exemplar foi carinhosamente cedido pela Editora Vestígio, parte do Grupo Autêntica, que mantém uma parceria com o blog Finding Neverland. Curta a página da Editora Vestígio no Facebook e conheça novos livros investigativos e romances policiais.



Esse blog está participando do BEDA e terá postagens novas diariamente em agosto

Postagens relacionadas

14 comentários

  1. E lá vamos nós ficarmos doidas com o Beda né? hahahahaha
    Eu assisti o filme e como adoro documentários, policiais e história foi um prato cheio pra mim.
    Eu ainda não li, mas foi por achar que seria igual ao filme.. Ainda bem que vc explicou a diferença entre eles e agora pretendo ler <3

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guria sete dias depois arranjei tempo pra responder os comentários haha nem sabia que eu tava tão atrasada O.o
      Eu gostei mais do filme porque mostra o envolvimento dos jornalistas na elaboração das reportagens, mas né, o livro traz as reportagens bem completas <3

      Excluir
  2. Só a capa do livro chama toda a atenção né? Queria tanto ler! <3

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é super legal mesmo! Aliás, todo o trabalho de edição é ótimo, não é só a capa que é boa haha

      Excluir
  3. Eu PIRI=EI quando anunciaram o filme como vencedor do Oscar, achei mega justo e mega representativo, foi uma das minhas alegrias daquela noite!

    Porém não sabia que tinham publicado um livro com as reportagens. Quero muito ler! Deve ser angustiante, claro, os casos são pesadíssimos, mas a gente tem que saber dessas coisas, tem que descobrir casos assim e expor pra todo mundo, senão essas atrocidades não acabam nunca...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luly! É verdade, o Oscar foi super merecido!
      Pelo que eu entendi esse livro existe faz tempo, maaas republicaram quando o filme estreou no cinema... Realmente, é uma leitura bem pesada, mas não adianta fingir que essas coisas não acontecem né :/ O bacana é que o livro mostra o impacto das reportagens!

      Excluir
  4. Vi... achei mega interessante, pois assisti o filme e PIREI! Pois quando o filme acabou eu queria ver as matérias, e tudo mais, e olha lá! adorei!
    Tenho certeza que não deve ser a leitura mais agradavel do mundo, mas acho que vai ser satisfatório, uma vez que é resultado de um trabalho pesado em cima de coisas MUITO erradas.

    Bjinhos
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não me engano, TODAS as reportagens foram publicadas no livro <3 E sim, o trabalho de investigação deles é impressionante, bem como a dedicação em divulgar essas atrocidades

      Excluir
  5. Não é bem meu estilo de leitura, mas não deixa de ser interessante. Gostaria de dar um bisu nesse livro! Ah! Nada a ver com o post, sua foto tá lindérrima! ♥

    www.prettythings.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, obrigada pelo elogio <3 E sobre o livro, também não é meu estilo de leitura haha, mas é bem como eu coloquei no post, é um trabalho impactante do qual temos que ter conhecimento

      Excluir
  6. Eu gostei muito do filme, é bem dinâmico e cheio de diálogos rápidos que às vezes me deixavam confusa e eu tinha que voltar um pouco pra entender, fora todo o contexto que é um assunto super delicado de lidar. Imagino que não deva ser uma leitura fácil, mas ainda assim válida.

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O trunfo do filme para mim é mostrar o envolvimento dos jornalistas nas investigações e elaboração das reportagens, inclusive a relação de alguns deles com a própria fé. É uma leitura super válida, sim <3

      Excluir
  7. Oi Vick! Ainda não assisti ao filme e nem li o livro, mas fiquei muito interessada em fazê-lo. Na verdade, antes da sua resenha, eu só queria ver o filme mas agora quero ler o livro antes. Estou desejando leituras que não sejam ficção e esse me chamou muito a atenção.

    beijos
    Livromaníaca / Tielle So

    ps: como assim o novo filme do A Era do Gelo não é bom?! ahahah aguardo sua postagem sobre...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tielle! Olha, acho que se você ver o filme antes não vai se prejudicar não. Os ~fatos~ são os mesmos, a diferença é que o livro contém as reportagens completas e o filme mostra COMO a equipe investigativa fez as reportagens, como descobriu sobre os escândalos. De qualquer forma, recomendo os dois <3

      Excluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun