Resenha: Marianas - A Civilização dos Sonhos

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016



Mais uma vez, o blog me proporcionou a oportunidade de conhecer a obra de um autor nacional, que criou uma história interessante e fantasiosa sobre um dos seres mais misteriosos e presentes em diversas lendas ao redor do mundo: sereias. Espero que gostem da minha resenha de Marianas - A Civilização dos Sonhos, do escritor E. Chérri Filho.



Em Marianas: A Civilização dos Sonhos acompanhamos a história de Jeremy, um pesquisador marinho que sempre foi fascinado por sereias e vê a possibilidade dessas criaturas existirem nas misteriosas águas de Marianas. Quando quase se afoga no local, é salvo pela bela sereia Lúcia, apaixonando-se por ela imediatamente. Jeremy fica fascinado por sua salvadora e empolgado pela perspectiva de conhecer mais sobre a cidade perdida, histórias e cultura do chamado Povo Azul, que durante muito tempo vive em paz e harmonia nos sete mares. Os problemas começam quando Jeremy é raptado pelo Povo Vermelho: sereias e tritões malignos, egocêntricos e que almejam dominar tanto os mares quanto a terra. Assim, Jeremy começa a testemunhar uma perigosa disputa pelo poder, ao mesmo tempo em que se apaixona cada vez mais por Lícia.



Apesar da sinopse denunciar uma história de amor (e, ressalta-se, trata-se do inexplicável amor à primeira vista), Marianas - A Civilização dos Sonhos chama a atenção justamente por misturar romance com fantasia e intrigas, pois é o encontro de Jeremy e Lícia que proporciona ao Povo Vermelho a oportunidade ideal para provocar uma guerra e subjugar a todos. Na verdade, quem comanda o Povo Vermelho é Zorguin, e as motivações são explicadas à medida em que conhecemos mais sobre o personagem e descobrimos as lendas dos chamados Ariatas. Nesse sentido, a história é bastante completa - não deixa pontas soltas - e achei o final bastante apropriado, considerando a repentinidade do amor de Lícia e Jeremy e a velocidade dos acontecimentos.

Logo nas primeiras páginas, ao suscitar a possibilidade de existência de sereias, E. Chérri Filho demostra ter domínio da escrita. A narrativa é clara e fluída, tendo o autor propositalmente optado por parágrafos curtos para dar dinamismo à história nas suas 200 páginas, que, mesmo sucinta, nos dá uma imagem clara sobre as maravilhas escondidas no fundo das Marianas. Infelizmente, esse dinamismo pode incomodar alguns leitores, vez que por isso a história não é tão bem desenvolvida, algumas descrições são superficiais e, inclusive, certas passagens são bem desnecessárias, como as relações sexuais - não é puritanismo, mas é desconfortável imaginar sereias e pela leitura não se pode compreender a anatomia desses seres. Outro ponto negativo é a ausência de numeração. Não costumo prestar atenção na diagramação e achei a capa muito bonita, mas é um tanto difícil de se localizar sem saber em qual página paramos.



Marianas - A Civilização dos Sonhos foi escrito por um jornalismo competente, que sabe que a geração atual busca romances impossíveis e mundos fantasiosos - prova é a crítica 100% positiva feita pela maioria esmagadora dos blogueiros. Assim, quem procura um livro lacônico, com uma história surpreendentemente grande envolvendo romance, lendas, julgamentos, perseguição, guerras, disputas por poder e seres sobrenaturais, terá a impressão que Marianas - A Civilização dos Sonhos foi feito sob encomenda.


Observação: Ganhei Marianas - A Civilização dos Sonhos porque o autor demostrou interesse que eu escrevesse uma resenha e acho de suma importância divulgarmos e apreciarmos autores nacionais. Não deixem de curtir a página Marianas - A Civilização dos Sonhos no Facebook e claro, conferir o livro, que desde junho já está disponível nas livrarias.

Postagens relacionadas

14 comentários

  1. Que resenha mais linda!! Adoro a temática e fiquei super curiosa pela leitura. *_*

    ResponderExcluir
  2. Acho que nunca li um livro com temática de sereias! Adorei a ideia de misturar um pouco de mito com verdade, se é que posso dizer que sejam mitos :p
    | Sorteio do livro: "Como ter uma vida normal sendo louca" |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
  3. Nunca li um livro de sereias também, tá aí uma criatura mística que não me interesso, mas o enredo da história parece ser ótimo!

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Assim como as pessoas acima, eu também nunca li nada de sereias! Confesso que nunca compraria um livro com essa temática. Eu gostei muito da sua resenha, você é bem detalhista.

    Flor de Júpiter

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante um livro sobre sereias no Brasil, mas confesso que quando li "amor a primeira vista" já desanimei de ler, detesto amor instantâneo :/
    Beijos! =**

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar nesse livro e quero muito ler, parece ser super legal!

    ResponderExcluir
  7. QUE AMOR A DORY LENDO *--* hahhahaa
    O livro parece bem interessante, nunca li nada sobre sereias!
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  8. Muito boa sua resenha!
    Eu também recebi esse livro do autor e me surpreendi bastante, as partes negativas que você pontou concordo plenamente, a descrição dos cenários e dos personagens é um pouco superficial, sim. Eu também achei as cenas de ação, durante os combates pouco desenvolvidas..

    Beijos, Hel.

    Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha!! Não conhecia o livro :)
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  10. Que legal!
    Existem vários livros legais que misturam ficção e aventura, mas nunca tinha lido um com sereias... achei interessanta, vou procurar!

    Beijo Vicky!
    Andréia Campos
    http://petitandy.com

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas achei a temática bem bacana e diferente, eu particularmente nunca li nenhum livro que trata da mitologia das sereias assim, sei de alguns famosos, mas nunca li.
    Só de imaginar como seriam as cenas descritivas do sexo já fiquei incomodada, deve ser estranho por causa da anatomia delas, hahahaha.

    AMEI foto da Dory lendo, fofa demais!

    ResponderExcluir
  12. Oooi! Tudo bem?

    Confesso que tenho três quedinhas nesse mundo mágico: fadas, dragões e sereias. Fico sabendo de algum livro com essa temática, já corro para ler. O fato de ser um autor nacional, e portanto ser possível uma parceria, me deixa ainda mais empolgada. Sem contar que amo apoiar nossos autores, então... Mesmo se não rolar, acabarei comprando o livro. Gostei muito da dualidade com a qual ele resolveu trabalhar. Na maioria dos livros que li, as sereias faziam parte de uma única raça, que eram ou boas ou ruins. Não tive a oportunidade ainda de ler uma obra que abordasse ambos os lados, é muito mais "acreditável" e deixa a história muito mais rica. Acho que essa parte da numeração não vai me incomodar porque uso marcadores mesmo, não me guio muito por número da página, mas a superficialidade talvez prejudique. É difícil saber agora porque às vezes a história me envolve de tal forma que nem reparo nessas coisas, mas pode ser que eu sinta falta de maiores informações. E não vou nem comentar sobre a anatomia das sereias porque deu um nó na minha cabeça aqui. Espero estar lendo a história logo, e ai publico lá minha resenha pra você ver o que achei :D ficou ótima a sua!

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Eu amava A Pequena Sereia quando menor, mas nunca li nenhum livro com essa temática hahaha!
    Pela sua resenha, o autor realmente acertou a mão na história. Parece bacana!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas | Participe do sorteio de 2 anos do blog!

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun