Um passeio em Puerto Madero, Buenos Aires

sábado, 29 de julho de 2017

É incrível como Buenos Aires é uma cidade diversificada, com muitos cafés tradicionais, bares, lugares históricos e arte contemporânea. Há quinze minutos a pé do Centro Histórico, onde fica a Casa Rosada, podemos conhecer o impressionante Puerto Madero, a região mais moderna de Buenos Aires.



Puerto Madero é um bairro nobre que, no início do século XX, nada mais era que uma região portuária, sem maiores atrativos. Em 1989, no entanto, iniciou-se um projeto de urbanização/revitalização que transformou o Puerto Madero em uma das áreas mais importantes da cidade, de modo que hoje é um importante centro financeiro e gastronômico, que chama atenção pela beleza natural do Rio da Prata misturada aos belíssimos arranha-céus de mais de cinquenta andares.



São quatro diques para visitar e em cada um tem pontos turísticos interessantes, como a Reserva Ecológica e Escuela de Bellas Artes de la Cárcova. Na minha opinião, não há necessidade de procurar esses lugares para "valer à pena", pois apenas caminhar tranquilamente pelo Porto, observar as construções e quem sabe ter a sorte de ver o pôr-do-sol, já torna o passeio especial. De todo modo, há dois lugares no Dique 3 que são muito bacanas de conhecer: a Puente de la Mujer e o Museu Fragata Sarmiento.



A Puente de la Mujer é uma imponente obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, uma ponte moderna que em tese remete à imagem de uma bailarina dançando tango. A verdade é que eu não consegui enxergar nenhuma bailarina nessa ponte hehe, mas o nome pode ter relação com o fato de quase todas as ruas do bairro homenagearem alguma mulher da história da Argentina, o que chama atenção e eu acho muito importante. A Puente de la Mujer é um verdadeiro marco arquitetônico e também um dos símbolo de Buenos Aires.



Ao lado da Puente de la Mujer, é possível visitar o Museu Fragata Sarmiento. Trata-se do primeiro navio de treinamento da Argentina, que foi lançada ao mar em 1897 e realizou cerca de 37 viagens ao redor do mundo, sendo uma das construções mais avançadas da época. Hoje, o navio fica ancorado no Dique 3 e funciona como um museu, onde podemos conferir um pouco da sua história. A entrada simbólica custa apenas 10 pesos (aproximadamente dois reais - dados de junho/2017) e conta com um acervo bem interessante com os equipamentos utilizados, armas, maquetes, relíquias, além de, obviamente, o próprio navio ser interessante.



Puerto Madero foi um dos lugares que eu mais gostei de conhecer e considero imperdível em uma viagem para Buenos Aires, pois seu ar moderno se destaca em meio a tantos prédios históricos. Espero voltar algum dia para passear com mais calma e, quem sabe, assistir ao pôr-do-sol

Postagens relacionadas

9 comentários

  1. Amei demais esse post. Toda vez que leio um post desses fico com vontade de viajar cara. Mas certo que vou começar a juntar umas economias, o que adianta trabalhar feito louco se não puder aproveitar a vida?

    Beijos da Carol do blogPink is not Rose 🖤

    ResponderExcluir
  2. um dos lugares mais legais de Buenos Aires, a revitalização foi com certeza um marco para o bairro!

    ResponderExcluir
  3. bahh eu fiz um roteiro de carro ate o ushuaia e uma das paradas era porto madero, mas n tinha encontrado naaada pra fazer na cidade ate achar este post!

    ResponderExcluir
  4. Que demais, a vista é linda! Quero muito conhecer Buenos Aires. E Puerto Madero com certeza entraria no roteiro :)

    ResponderExcluir
  5. Ahhh eu adoro Buenos Aires e essa região é o máximo. Participei de uma corrida no Puerto Madero que foi incrível. Mas olha, fiquei devendo a visita no Museu Fragata Sarmiento. Acho que vou ter que voltar pra compensar :)

    ResponderExcluir
  6. Puerto Madero é charme puro! Adoro os restaurantes daí, até consigo ver uma mulher dançando tango na ponte (hehe) e o navio também é um ótimo passeio. Os restaurantes são meio caros, mas a vista compensa :)

    ResponderExcluir
  7. Que dica show de bola sobre Buenos Aires. Ainda não tinha ouvido falar dessa região e fiquei encantado com o lugar...
    Agora, o que mais me deixou intrigado, foi aquele esquema da ponte que remete a uma bailarina! Gente, tem que ter muita imaginação mesmo hahaha

    Dicas incriveis e fotos maravilhosas

    Abçs

    ResponderExcluir
  8. É tão legal ver regiões revitalizadas... Me dá uma tristeza quando vou a algumas cidades e vejo casarios abandonados, que poderiam ser pontos turísticos como é Puerto Madero.

    ResponderExcluir
  9. Adoro esse clima moderno de Puerto Madero, também acho que é um lugar que só caminhar já vale um passeio, eu não sabia que a Puente de la Mujer era em homenagem a uma bailarina, eu tenho uma imaginação fértil e abstrata, até enxerguei algo com um perna de uma bailarina hahahaha.

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun