Book Challenge #8: The Invisible Man

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014



Quando falamos de ficção científica, certamente um dos escritores mais significativos é H. G. Wells, autor dos clássicos Guerra dos Mundos e Máquina do Tempo, resenhado aqui no blog. Me interessei tanto pela temática do autor que não resisti em seguir a recomendação do Maldito Vivant e ler The Invisible Man, de 1897.



The Invisible Man (O Homem Invisível) começa com a estranha chegada de um homem totalmente encoberto em uma pousada de Iping, durante uma tempestade de neve. Vestido com um casaco longo, mangas, chapéu, um falso nariz e o rosto coberto de faixas, o estranho gera desconfiança nos habitantes do local, tanto pela sua incerta aparência como pelo seu humor instável, antipático e hábitos de reclusão, já que não gosta de ser incomodado e passa o dia inteiro fazendo experimentos químicos. Quando um roubo ocorre, é revelada ao vilarejo sua invisibilidade e o Homem Invisível, Griffin, foge e procura aliados para continuar com seus experimentos e aproveitar sua situação.



Narrado em terceira pessoa, The Invisible Man possui uma história simples, mas bem trabalhada, visto que ao longo do livro algumas cenas de ação envolvem o protagonista e apenas após vários capítulos descobrimos quem ele é e como se tornou invisível, de forma que predomina o clima de mistério. Por esse motivo, a trama flui continuamente e é uma leitura rápida e interessante, que nos prende até a última página.



Em The Invisible Man, mais uma vez nos admiramos com a capacidade de H.G. Wells de escrever uma ficção científica de qualidade, mas não alheia às críticas sociais. No livro, não é apenas apresentado “um homem invisível”, mas explicado a fórmula da invisibilidade e como ela funciona através da refração da luz. Quanto aos aspectos sociais, é interessante vermos a “transformação” pela qual passa Griffin ao analisar as vantagens e desvantagens da sua invisibilidade, assim como a reação da sociedade em diferentes passagens da história, no início agindo com desconfiança e depois se aproveitando daquela situação.



The Invisible Man é a obra-prima de H.G. Wells e um dos livros mais impactantes na ficção científica, retratado várias vezes por diversas mídias diferentes. É um livro bem escrito e com uma temática simples, porém envolvente, que atiça nossa curiosidade no que tange ao aspecto científico da história e nos faz refletir sobre o preconceito com o diferente e como o meio ou uma simples oportunidade pode mudar os objetivos e personalidade de uma pessoa, já que apesar das desvantagens, a invisibilidade dá poder.

Postagens relacionadas

2 comentários

  1. Fico muito feliz que fez o post sobre o livro, claro que seria mais legal se fosse no meu blog, mas tudo bem. Se você quiser ver a versão cinematográfica eu indico a de 1933, pois é a mais fiel ao livro, apesar de algumas ligeiras modificações.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Comecei a ler "O Homem Invisível" há um tempo atrás! Achei a história muito boa, só que estava lendo numa edição ENORME, daí acabei interrompendo a leitura.
    Existem tantas referências a esse livro, né? Realmente, um clássico.
    Gostei do post! Achei bem organizado e a escolha das imagens foi ótima! A terceira imagem, de uma capa, me lembra muito uns quadrinhos que li, e um pouco o Rorschach de Watchmen.
    Obrigada pela visita lá no blog! :)

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun