David Gilmour em Porto Alegre

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015



Em dezesseis de dezembro de 2015, Porto Alegre presenciou um show histórico, de um gigante que sabe não apenas tocar com maestria suas canções, mas transmiti-las de uma maneira inenarrável ao público. É com felicidade que publico meu relato sobre o show do David Gilmour, voz e guitarra da banda inglesa Pink Floyd.



Considerando que Pink Floyd é uma das bandas mais significativas e elogiadas desde os anos sessenta, o show de David Gilmour reuniu gerações, um público animado, ansioso, pronto para cantar junto do artista Wish You Were Here e ouvir as músicas da sua primorosa carreira solo. O show ocorreu na Arena do Grêmio e, sentada na diagonal do estádio, tive uma ótima visão e aproveitei confortavelmente o show. Se é possível culpar alguma coisa da organização (as extensas filas para os quiosques de alimentação, por exemplo), não há como impor defeito ao show, que, em todos os sentidos, foi transcendental.


Fotografia: Zero Hora


Com uma pontualidade britânica, Gilmour iniciou o concerto com três músicas da carreira solo (5 A.M, Rattle that Lock e Faces of Stone), apresentando um envolvente videoclipe na Mr. Screen, que, mais que um telão circular, fazia parte do espetáculo, sendo uma ótima experiência visual. Em seguida, o público se emocionou cantando Wish You Were Here e, após duas ótimas músicas da carreira solo do artista (A Boat Lies Waiting e The Blue), a caixa registradora marcou o início de Money e mais duas músicas do Pink Floyd: a bela Us and Them e a profunda High Hopes, esta última logo após outra música solo chamada In Any Tongue, cujo clipe foi sensacional.



Na segunda parte do show, as luzes do palco nos transportaram para outro mundo ao som de Astronomy Domine até que chegamos a um dos momentos mais esperados do show: Shine on Crazy Diamond. Ouvir uma das minhas músicas preferidas ao vivo sendo tocada por Gilmour foi indescritível e, se ele é o único membro original do Pink Floyd, certamente devemos reconhecer o talento dos demais membros da banda, que incluem o brasileiro João Melo no saxofone. Gilmour também nos presenteou com o incrível solo da Fat Old Sun, tocou Coming Back to Life, do Pink Floyd e apresentou uma música nova, The Girl in the Yellow Dress, cujo estilo destoa das demais músicas do show, mas não por isso é menos apreciável. Depois de Today e Sorrow, o palco novamente se acendeu com Run Like Hell, para depois o tão esperado bis: Time e Comfortably Numb, momentos épicos.



Realmente, não tenho palavras para descrever o quão maravilhoso foi o show de David Gilmour em Porto Alegre. Não é apenas talento, não se trata de alguém extremamente virtuoso a ponto de nem podermos acreditar que aqueles solos são reais: trata-se de um verdadeiro artista, que transmite suas mensagens nas letras, nas melodias, que nos toca com suas músicas. Com seus 69 anos, David Gilmour fez um show intenso e genial, que ficará marcado para quem pode presenciar a vinda de um grande astro do Pink Floyd.

Postagens relacionadas

6 comentários

  1. Não conheço o artista, mas parece que foi divertido :)

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ver a banda que a gente gosta tocar assim ao vivo é uma experiência sem comparações mesmo, né? Aquela ansiedade e vontade de morrer hahahaha é quase transcedental! hahaha
    Gosto muito de Pink Floyd também e imagino que o show do David Gilmour deve ser incrível! Seu sorriso tá aí pra comprovar, né? hahaha
    :*

    ResponderExcluir
  3. A sua carinha de felicidade é a melhor hahahaha
    <3 Que experiência maravilhosa

    ResponderExcluir
  4. Que incrível, eu sei como é essa sensação maravilhosa de ver o artista que gostamos ali no palco, não temos palavras para descrever, só o sorriso de orelha a orelha!
    Fui ao Show do Foo Fighters em Janeiro e tive uma experiência sobrenatural!
    Que venham mais momentos como esse na sua vida!
    Beijos
    http://meroodetalhe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Esse cara é genial! Eu meio que me arrependi de não ter ido no show. É um verdadeiro espetáculo. Épico e emocionante.
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  6. Foi genial esse show do Gilmour! Esperei muito tempo por ele!
    Uma noite memorável, com certeza

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun