Crítica: A Bela e a Fera

quarta-feira, 19 de abril de 2017



Na onda de reviver clássicos como Mogli e Cinderela, a Disney resolveu adaptar uma de suas mais famosas obras, a primeira animação a concorrer ao Oscar de Melhor filme: A Bela e a Fera.

A Bela e a Fera


A Bela e a Fera é uma história já conhecida por todos: um arrogante príncipe, ao recusar estadia para uma feiticeira em virtude da sua aparência, é transformado em fera e vê amaldiçoado todo o castelo. A garota capaz de quebrar a maldição é Bela (Emma Watson), uma jovem que se sente deslocada na sua aldeia porque as pessoas a julgam estranhas por ter o hábito de ler, mas, por ser muito bonita, é constantemente galanteada por Gaston (Luke Evans), um homem rude e narcisista que é visto como o herói do lugar. Quando o pai de Bela (Maurice, interpretado por Kevin Kline) se perde na floresta e busca abrigo no castelo da Fera (Dan Steves), resolve pegar uma rosa para levar à filha, mas a Fera fica irritada com o intruso e o aprisiona. Bela resolve trocar de lugar com o pai e passa a viver como prisioneira da Fera, porém, acaba descobrindo alguém sensível e carinhoso por trás do monstro.



Para viver o papel de uma das mais queridas princesas da Disney, o estúdio aposta na eterna Hermione Granger: Emma Watson, que, além da aparência, tem um perfil muito parecido com a personagem e atua em várias causas feministas. A atuação da atriz não chega a ser memorável - nenhuma é, na verdade -, mas a primeira cena do filme emociona e é fantástico ver a música "Minha Aldeia/Belle" ser interpretada tal qual no desenho. Impossível não se emocionar, também, com a cena do baile de A Bela e a Fera (ao meu ver, a melhor parte do filme), e se deslumbrar com À Vontade/Be Our Guest. Todas as coreografias são bem executadas e o filme nos encanta com as cores e a energia de cada número musical.

Gaston


Quanto às atuações, não há muito que se dizer de Dan Steves (Fera) e mesmo Emma Watson parece se confundir com os efeitos especiais para construção da Fera, mas os maiores destaques do filme são Luke Evans e Josh Gad. Enquanto Luke Evans desempenha com exatidão o Gaston mostrado no desenho, Josh Gad traz novas nuances à Lefou, que deixa de ser apenas um alívio cômico para contestar as atitudes do vilão, pelo qual fica nítido o interesse amoroso - é uma pena que o primeiro personagem gay da Disney seja tão submisso a um homem como Gaston. Entre a mobília, a voz de Ian McKellen (Horloge) é sempre bem vinda e Ewan McGregor consegue dar um sotaque charmoso ao candelabro Lumière.

A Bela e a Fera


Apesar de ser uma fiel adaptação do desenho da Disney, o novo filme traz pequenas inovações na história, utilizando elementos do conto de fadas original (o pai da Bela roubar uma rosa, por exemplo), ambientando-se em uma França mais realista, nos apresentando uma Bela inventora e explicando o que aconteceu com a mãe de Bela. Pode até ser interessante, mas há pouca relevância em saber o passado da Bela e as novidades não são suficientes para justificar os 55 minutos de diferença entre um filme e outro. Mesmo as músicas novas (muito bem executadas, é verdade) não têm a mesma emoção que as canções antigas e a própria história - repleta de móveis falantes e fantasia - é muito mais compatível com uma animação do que com um filme com atores reais. A conclusão é óbvia: o novo filme não supera o desenho.

A Bela e a Fera


A Bela e a Fera pode não superar o desenho e, ao meu ver, ser um remake desnecessário, já que pouco acrescenta a uma história que até os dias de hoje se mantém atual e encantadora. Porém, é incrível ver uma animação tão querida transpassada para nossa realidade, de modo que A Bela e a Fera nos conquista pela nostalgia e pela beleza, nos mostrando que uma história tão antiga quanto o tempo é capaz de encantar diversas gerações.

Postagens relacionadas

12 comentários

  1. Eu amo essa historia da Bella e a Fera ainda não tive tempo de assitir esse filme, to louca pra ver, assistir a outra adaptação desse filme eu particularmente gostei e tenho certeza que vou gostar dessa também!!! Sucesso beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu amo essa historia da Bella e a Fera ainda não tive tempo de assitir esse filme, to louca pra ver, assistir a outra adaptação desse filme eu particularmente gostei e tenho certeza que vou gostar dessa também!!! Sucesso beijos

    ResponderExcluir
  3. Ela é minha princesa favorita, fica até difícil não gostar do filme né? Mas sem favoritismo, fizeram a história muito boa, rente aos detalhes, cuidados com os objetos falantes e a trilha sonora é só amor, de sair do cinema cantando! hahaha

    Beijos,
    Amanda.

    • http://explorar-te.blogspot.com/ •

    ResponderExcluir
  4. Animação será sempre animação e sempre nos levará para outros mundos. Ainda não vi o filme, mas espero vir a ver em breve.

    Beijinho,
    Ju, Cor Sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Estou doida para assistir ao filme e, admito, já tinha em mente que seria pouco provável superar a animação! Senti exatamente o mesmo se tratando de "Mogli" e (do terrível) "Tarzan". Acho que não tem a mesma magia (ou nostalgia?) e, como você disse, é desnecessário boa parte das vezes.

    De toda forma, fico feliz em ler que as atuações estão na média e as músicas são bem executadas. <3

    Beijos,
    Attraversiamo.

    ResponderExcluir
  6. Eu já vi algumas críticas do filme e todos falam a mesma coisa em relação as atuações e as inovações feitas q eram meio desnecessárias, eu sempre fico muito tensa qdo penso em remakes principalmente de histórias q eu amo... Algumas deram certo, outras nem tanto... rsrs Ainda não assisti ao filme mas curti super sua crítica. Parabéns!! bjs

    ResponderExcluir
  7. Concordo muito com a sua crítica. Vi o filme e meio que pensei a mesma coisa.
    Em contrapartida, achei muito legal ter lido que foi indicado ao Oscar de melhor filme e eu acho que tem muitas chances de ganhar.
    Estou torcendo.
    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oi! Ainda não consegui assistir ao filme, mas adoro A Bela e a Fera. E, poxa, a Emma Watson é memorável sim, ela é a Hermione! Hahahah <3 Amo essa menina, apesar de ela não ser A atriz.
    Eu, particularmente, não costumo gostar de adaptações de animação, acho tudo meio forçado e geralmente os (d)efeitos especiais deixam a desejar, mas quero assistir.
    Ótimo post! <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Sei que muita gente se decepcionou com o remake, mas eu achei maravilhoso, pois A Bela e a Fera é um dos meus clássicos favoritos. Eu queria muito ver algo que me remetesse MUITO ao que eu via na minha infância, então eu amei hehe. Mesmo eu também achando que não superou o original, eu gostei demais <3 <3

    ResponderExcluir
  10. Amo a animação e sempre quando alguém anuncia uma adaptação eu fico com o pé atrás, em A Bela e a Fera não foi diferente. Confesso que, apesar de ter sido uma boa atuação, não gostei muito da Emma vulgo Hermione ser a Bela, não sei, não gostei muito. Mas ainda assim esperava mais de sua atuação. Quando a fidelidade da história, eu gostei bastante, e os efeitos estavam muito bons. Por fim, eu gostei.

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei muito da adaptação, mas acho que eles se propuseram a uma empreitada interessante (explicar mais da história de Bela e justificar as atitudes agressivas da Fera) que não foi bem executada - em especial na segunda parte. Acho que deviam ter ido mais a fundo na história da Fera, sabe? Se fosse para fazer um novo filme, que este acrescentasse algo...
    Literalize-se

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não assisti ao filme e tenho lida tanta rasgação de seda para ele, acho que é a primeira crítica que o desabona um pouco. Eu devo confessar que o próprio trailer não foi capaz de me chamar muita atenção. Não senti que eles conseguiram trazer inovação para a história, como tivemos em Cinderella e, ainda assim manter o que tinha de bom no original.
    De toda forma ainda vou assistir pra poder falar com propriedade... rsrs
    xoxo

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun