Resenha: A Pedra Celestial


segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Oi, pessoal! Faz tempo que não temos resenha de um autor nacional por aqui, não é mesmo? Felizmente, hoje vim compartilhar minha opinião sobre um livro escrito por um brasileiro e que é um ótimo exemplar do gênero fantasia: A Pedra Celestial, do autor Daniel Monteiro!



Ivan é um jovem marinheiro que se juntou à tripulação do Capitão Balboa em uma viagem a caminho de riquezas. Com o auxílio dos aquáticos - seres humanoides que vivem nas águas, com o tom da pele azulado e mais força que humanos comuns -, Ivan acaba chegando em Namal-te-Raan, uma ilha tropical que esconde segredos muito mais valiosos que simples tesouros. Logo, Ivan e a tripulação descobrem que a ilha é habitada por humanos - uma sociedade guerreira e matriarcal que se reúne em torno da figura da Ligeia, reencarnação da deusa - e por uroncions, seres mágicos que viviam em relativa harmonia até Ivan, em um momento crítico, encontrar Pedra Celestial, objeto mítico que lhe concede energia sobre-humana vinda da lua. Nesse contexto, após uma série de aventuras, Ivan tem a chance de tentar conquistar a Lança Dourada que, segundo a lenda, seria resgatada pelo herói capaz de restaurar o equilíbrio do mundo.



A Pedra Celestial vai muito além do que sua sinopse propõe: é uma história completa, rica em detalhes, que se desenvolve em algumas décadas, nas quais acompanhamos o crescimento de Ivan, sua relação com o povo de Namal-te-Raan e segredos muito maiores que os que envolvem os habitantes da ilha, e sim, os rumos do mundo. A mitologia por trás de A Pedra Celestial é construída meticulosamente pelo autor, que cria um universo de criaturas fantásticas, objetos místicos e dá um sentido para a história, sem deixar pontas soltas. Nesse sentido, a lenda envolvendo a Lança Dourada, o significado da figura da Ligeia e a relação entre Ivan e os habitantes da ilha são interessantes e muito bem construídas.

Apesar de se tratar do segundo livro da trilogia A Lança Dourada, o livro não tem relação imediata com o antecessor "O Homem sem Signo" e pode ser lido de forma independente sem que isso atrapalhe a inserção do leitor. Em A Pedra Celestial, acompanhamos somente as aventuras de Ivan e seu envolvimento com as demais personagens, com destaque para Norah Celta, mulher de personalidade forte, e seu mentor, Velho Cid. Contudo, se o mérito do livro é a narrativa dinâmica e completa, que encobre diversos acontecimentos em um longo espaço de tempo, é justamente este o principal problema da leitura, já que a história - apesar de suficientemente detalhada - se passa rápido demais e ficamos com a impressão de que seriam necessárias mais páginas para um ritmo melhor. Isto, no entanto, não chega a prejudicar o livro, vez que a leitura é fluída e agradável.



A Pedra Celestial foi um dos poucos livros que li esse ano e é com bastante alegria que posso dizer que a leitura valeu à pena. A história é bem construída, os personagens são interessantes e acabamos nos envolvendo cada vez mais com o universo mágico proposto por Daniel Monteiro, autor que demonstrou bastante técnica ao entregar sua obra. É um livro dinâmico que recomendo para todos os leitores que curtem uma boa fantasia.

Recebi o convite do autor para participar do Book Tour e fiquei empolgada tanto pela temática da obra quanto pela proposta de compartilhar essa experiência literária com outros leitores através de comentários feitos no próprio livro. Você pode adquirir o livro pela Amazon e saber mais sobre a obra e a trilogia nesse link.

Postagens Relacionadas

10 comentários

  1. Achei a historia bem interessante adoro livros com essa pegada acho que ja tem mais um na lista para eu ler hahah

    ResponderExcluir
  2. Adorei o livro, sou apaixonada em livros desse gênero!!! Vai entrar na lista dos próximos a ler tambémmmm

    ResponderExcluir
  3. Resenha maravilhosa! E já que você gostou bastante, vou indicar esse livro para a minha mãe, ela é viciada em leituras.

    Beijos e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, muito bem escrita!
    Não conhecia o livro nem o autor mas gostei da dica. Eu adoro livros de fantasia e estou tentando ler mais livros nacionais esse ano, já vou adicionar esse livro na minha wishlit *-*

    ResponderExcluir
  5. Sério, o livro parece incrível. Eu acho que estou finalmente me conhecendo como leitora e me percebo fascinada por fantasia, sci-fi e coisas do gênero. E amei ainda mais ao saber que é um escritor brasileiro, pois ultimamente estou querendo conhecer escritores nacionais, não sei, bateu aquela vontade de ler coisas daqui!

    Acredito e muito que eles podem criar coisas incríveis sem dúvidas. E a Pedra Celestial pode muito bem ser uma dessas, vou até marcar para não esquecer.

    PS. Eu estou gostando muito do seu blog, a leitura dos seus posts é sempre fluída. Parabéns!

    com amor, Eva
    amavelgirassol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei a ideia do livro! Parece muito legal e o universo é super interessante. É muito legal ver autores nacionais bons

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro livros do gênero fantasia, confesso que em geral acabo "engolindo" a história pq só largo quando termino rrsrs por ser literatura nacional fiquei curiosa de ler, e por saber que é uma trilogia me deixou ainda mais com vontade pq sou dessas que ama séries :)

    ResponderExcluir
  8. A história parece ser bem fofa e divertida, a melhor parte é não ter total relação com o primeiro, já me ferrei por conta disso. Haha
    É sempre bom ver resenha de autores brasileiros.

    ResponderExcluir
  9. A louca da fantasia já quer esse livro pra já kkk. Parece um livro bem diferente e como estou amando livros nacionais, gostei muito da dica, com certeza vou procurar pra ler.

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho vários níveis de admiração por quem escreve fantasia porque, de verdade, acho difícil pra caramba... E quando é fantasia NACIONAL ainda, nossa, a admiração cresce ainda mais! Viva os autores do nosso Brasilzinho!
    Adorei isso dos livros terem uma certa ligação, mas ainda assim ser possível ler separadamente sem a ausência de um atrapalhar o outro... Mesmo porque já fiquei curiosa com esse segundo, queria poder lê-lo logo de uma vez pra conhecer essa sociedade dos aquáticos!

    ResponderExcluir

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun