Crítica: Liga da Justiça

sábado, 2 de dezembro de 2017

Foram três filmes lançados (Homem de Aço, Batman vs. Superman - A Origem da Justiça e Mulher Maravilha) e muitos anos de expectativa, mas finalmente o Universo Estendido DC toma um grande passo com a estreia do esperado Liga da Justiça, que reúne os heróis mais carismáticos da DC Comics.

filme Liga da Justiça


Após os acontecimentos de Batman vs. Superman, a humanidade vive com medo e sem esperanças. Nesse contexto, o vilão Lobo de Estepe ressurge e procura as Caixas Maternas, três relíquias que o tornarão ainda mais poderoso em três povos diferentes: uma em Themyscera, outra com os atlantis e outra escondida entre os humanos. Para impedir a destruição da Terra, Batman tenta reunir uma equipe de meta-humanos formada pela Mulher Maravilha, Aquamen, Ciborgue e Flash, que mais tarde se tornará a Liga da Justiça.



Enquanto o filme antecessor tem uma atmosfera mais sombria e uma história que se esforça para ser complexa, Liga da Justiça tem um roteiro fraco com um único objetivo a cumprir: apresentar os super-heróis que mais tarde formarão a Liga da Justiça. Já conhecemos o Batman de Ben Affleck, o Super-Homen de Henry Cavill e ainda esse ano fomos apresentados ao excelente filme da Mulher Maravilha. Liga da Justiça reforça a importância do Super-Homem e constrói de uma forma subliminar a relação entre Batman e Mulher Maravilha que, na minha opinião, rouba a cena em todas as vezes que aparece e demonstra ter muito mais liderança que um super-herói cujo poder é "ser rico". Em relação aos novatos, Flash (Erza Miller) serve como alívio cômico de uma forma não exagerada, mas que certamente altera a atmosfera do filme e Jason Momoa se esforça - e consegue - para destoar da imagem que temos de Aquaman e tornar o herói mais perigoso, mas a verdade é que ambos não tem muito destaque. Por outro lado, a história de Victor Stone (Ciborgue) é bem mais sombria e melhor explorada ao longo do filme, tendo Ray Fisher entregue um personagem tridimensional.

filme Liga da Justiça


O que realmente prejudica Liga da Justiça é o roteiro fraco e preguiçoso. É verdade que o filme cumpre seu objetivo na medida em que nos faz ter empatia pelos personagens e nos faz torcer pela reunião do grupo, mas a história é absurdamente genérica, o vilão não tem expressão nenhuma, não há sequer um perigo real. A única tensão que o filme proporciona é sobre uma família de quatro pessoas, que vive no fim do mundo e passa o filme inteiro sob iminente ataque dos parademônios, os minions do Lobo da Estepe. No aspecto técnico, parece que o filme investiu toda a tecnologia na falha tentativa de apagar o bigode de Henry Cavill e usa um péssimo CGI, mas as sequências, no geral, foram bem filmadas. O que prejudica o filme, ainda, é a mudança do diretor, vez que o filme foi quase todo dirigido por Zack Snyder (Batman vs. Superman, Watchmen) e após uma tragédia familiar passou para as mãos de Joss Whedon (Vingadores). Se compararmos Batman vs. Superman com Vingadores dá para notar uma diferença gritante de estética, de atmosfera, de humor entre os filmes, e essa diferença é visível em Liga da Justiça. Veja-se que o próprio Batman está mais descontraído, com mais piadas nesse filme.

filme Liga da Justiça


Liga da Justiça é um bom filme de início e uma ótima apresentação dos super-heróis, mas apenas isso. Não gosto de comparar com a Marvel (inclusive, não gosto do resultado final de muitos filmes da Marvel, como Thor), mas fica nítido a diferença entre algo feito às pressas e algo planejado, bem feito. Ao meu ver, Snyder fez um bom trabalho preparando o terreno com Batman vs. Superman e Liga da Justiça tinha potencial para ser um ótimo filme, mas foi prejudicado pelas mudanças bruscas de tom, pelo roteiro preguiçoso e, sejamos francos, por interesses financeiros, já que o filme seria muito melhor se postergassem o lançamento para 2018. No mais, Liga da Justiça é um filme divertido que nos dá um bom panorama dos heróis.

Postagens relacionadas

6 comentários

  1. Não assisti Liga da Justiça ainda, só por medo de me decepcionar. Eu tinha vários receios e tu acabou de confirmar todos eles. Vou dar mais um tempo, pra sentir mais saudade da incrível mulher maravilha e só então assistir haha

    ResponderExcluir
  2. Confesso que eu não sou muito animada com esses filmes. Gosto de super heróis e tal, mas, mesmo a Liga da Justiça tendo feito parte da minha infância, meus favoritos são os X-Men hehe. Por isso nem fui ao cinema ver nenhum desses filmes. O que mais me interessou foi o da Mulher Maravilha; li muita críticas positivas sobre ele, e também li muitas como a sua sobre Liga da Justiça dizendo que o filme foi fraco :p
    Vou tentar comprar todos os filmes e assistir para ver o que acho. Adorei a crítica :)

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda tenho esperança de assistir Liga da Justiça, mesmo que agora com a chegada de Star Wars ele vá provavelmente sumir de vez dos cinemas... Mas é que sempre gostei dos heróis da DC, apesar de os filmes da Marvel serem realmente muito melhores! Quem estou mais curiosa para ver nessa nova versão é o Aquaman, que parece estar super diferente do que foi apresentado antes.
    No mais, sei lá, esses filmes que apresentam muita coisa de uma vez às vezes pecam no roteiro, né? Foca muito em mostrar a habilidade e história da galera, a maneira como eles se unem, e esquecem um pouco da parte das batalhas, etc. Eu até gosto, mas entendo perfeitamente as reclamações!

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem? Acredito que desenvolver um filme desse porte e atender às expectativas dos fãs é uma responsabilidade muito grande. Ainda mais num ano onde tantos lançamentos chegaram ao cinema. Sempre defendo a ideia de que é melhor demorar mas entregar algo bom do que decepcionar os fãs. Apesar de que sendo em 2017 ou 2018 a crítica sempre irá encontrar pontos positivos e negativos não é mesmo? Está na minha lista mas ainda não consegui ver curiosa pra conferir. Amo o Ben Affleck. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Ahhh eu gostei bastante do filme. O propósito do filme era justamente a reunião dos heróis esquecidos de si. Aguardo o próximo ansiosa <3

    www.ingridlogatto.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Eu adorei a sua critica,muito bem construída, parabéns!
    Eu assisti o filme semana passada e adorei demais, achei maravilhosa a fotografia do filme, os atores, tudo!!! E claro, estou ansiosa pelos próximos, adoro filmes de super heróis!!
    Beijinhos,

    http://www.mundodefany.com.br

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook:

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun