Visita ao Rijksmuseum, em Amsterdam


sexta-feira, 6 de julho de 2018

É impressionante como Amsterdam é uma cidade que, a despeito de todo seu estereótipo envolvendo temas polêmicos, respira cultura: o Museu do Van Gogh, a Casa de Anne Frank, o Amsterdam Museum, são apenas alguns dos cinquenta museus que abriga Amsterdam. Um dos melhores museus da cidade certamente é o Rijksmuseum, considerado o maior museu dos países baixos.



O Rijksmuseum fica na praça Museumplein bem na frente do famoso letreiro "I Amsterdam", em um edifício icônico e grandioso da capital holandesa. O prédio, projetado pelo arquiteto Pierre Cuypers, foi inaugurado em 1885 e desde 1970 é considerado um Patrimônio Nacional - aliás, o museu conta com um estrondoso acervo de arte europeia, verdadeiros tesouros da humanidade. São 30 mil metros quadrados, oitenta salas e aproximadamente oito mil obras expostas, além de quase um milhão de peças de arte.

Leia também:
Passeio de barco pelos canais de Amsterdam
Museu do Van Gogh, em Amsterdam




O museu tem três andares e está dividido em treze seções, agrupando as obras de forma cronológica: no 1º andar estão as obras de 1700-1900, no 2ª andar de 1600-1700 e no 3§ andar de 1900-2000. Ele é composto por pinturas, esculturas, desenhos e diversas coleções de objeto, contendo ainda um pavilhão de arte asiática e coleções datadas do medievo. O mais interessante, ao meu ver, é a oportunidade única de ver grandes artistas europeus como Hals, Goya, Di Cosimo, Veermer e, principalmente, Rembrandt Harmenszoon van Rijn, holandês que inclusive tem seu próprio museu em Amsterdam e um corretor exclusivo no Rijksmuseum dedicado a suas obras.



Quando visitamos o Rijksmuseum, estávamos com o roteiro apertado devido a um passeio com hora marcada e, infelizmente, não foi possível apreciar o museu com a calma e atenção que ele merece. No entanto, no próprio folheto que pegamos no balcão de informações consta a localização das obras mais importantes e, assim, conseguimos ver as principais obras, como A Ronda Noturna (Rembrandt,1640-1642), A Leiteira (Johannes Vermeer, 1658) e A Batalha de Waterloo (Jan Willem Pieneman, 1824), que na minha opinião, foi o mais impactante de todos (e, curiosamente, não vimos nenhum parecido na França, hehe). Assim, mesmo com pouco tempo, recomendo visitar o museu, pois com organização dá para ver os quadros de maior interesse - e claro, descobrir coisas lindas pelo caminho. Quem tiver interesse, ainda, pode alugar um áudio-guia para aproveitar ainda mais a visita.



O Rijksmuseum conta com uma expressiva coleção de obras de arte e é um dos museus mais interessantes da Holanda, com obras de grandes artistas e uma estrutura belíssima. Além disso, por conta da sua localização, é fácil combinar sua visita com outro museu da região, sendo uma programação imperdível para quem vai conhecer Amsterdam.

Local: Museumplein/Museumstraat 1, 1071 CJ Amsterdam, Holanda
Horário: diariamente das 9h às 17h
Ingresso: 17,50 euros | gratuito até 19 anos | áudio guia: 5 euros
Site oficial: www.rijksmuseum.nl

* Recebemos os ingressos para o Rijksmuseum como cortesia para o blog, porém, todas as opiniões são verdadeiras e refletem nossa experiência pessoal.

Postagens Relacionadas

8 comentários

  1. Amsterdam é um dos lugares do mundo que eu mais quero conhecer, tanto pela cultura, quanto pela parte "polêmica". Além disso, muitas das bandas que eu amo desde a adolescência são de origem holandesa, então fazem parte da minha vida por longo período.
    O primeiro livro que realmente me marcou foi O Diário de Anne Frank, isso quando eu tinha ainda uns 14 anos de idade.

    Eu adorei o seu post e espero poder ter a oportunidade de realizar esse sonho algum dia! <3

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que lugar fantástico! Sou apaixonada por arte, e quero muito visitar um museu com obras assim um dia. Realmente, Amsterdam é cheia de esteriótipos, mas só por ser o lugar que abriga a casa de Anne Frank, já me vem um imagem totalmente diferente do que as pessoas geralmente constroem de lá. Um dia eu vou conhecer *-*
    Seu post está lindo, e as fotos, encantadoras <3 beijos.

    ResponderExcluir
  3. Gente que maravilhoso esse lugar, com certeza já está na minha listinha de lugares para conhecer quando visitar a europa :)
    beijos,

    Amanda
    www.amandasoldi.com

    ResponderExcluir
  4. Poxa, que incrível. Eu não costumava acompanhar muitos blogs a respeito de viagens, pois os achava meio... sei lá, impessoais. Era como se eu pegasse um folheto de viagem e lesse, sabe? Já o seu não. Seus posts (já li alguns) são incríveis, passando o necessário de informação e sendo bem pessoal, gosto muito.

    Enfim, viagem dos sonhos a sua? Eu nunca visitei um museu de arte (só online, descobri que há como haha) e sempre quis muito, já ouvi falar que os de Amsterdam são incríveis mesmo! Fico na vontadinha!

    Beijos.
    amavelgirassol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Vick, a cada postagem sua fico com mais e mais vontade de viajar pelo mundo, ainda mais com essas imagens de tirar o folego e com a maneira que vc escreve

    Xoxo, Meowgical Girl
    www.meowgicalgirl.com

    ResponderExcluir
  6. Oito mil obras expostas e um milhão de peças de arte? Omg, é um sonho, e ainda são lindos, não só as artes mas todo conjunto, adoraria visitar um lugar desses!

    ResponderExcluir
  7. Que legal estas fotografias, achei bem legal. Tenho vontade de conhecer também, da cada vez mais vontade de viajar e bom que da para conhecer locais mais legais. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que fotografias lindas e inspiradoras! Amei a foto do navio.. quero conhecer esse museu um dia haha <3

    ResponderExcluir

Newsletter

Inscreva-se na newsletter do bloguinho! ♥
* indicates required



Projetos do blog



I'll follow the Sun